Ocorrência de carne pálida e características de qualidade de carne de frangos de corte

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-07-30

Autores

Takahashi, Sabrina Endo [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do presente estudo foi verificar a ocorrência da carne pálida em diferentes linhagens de frango de corte e também avaliar as demais características de qualidade de carne. Foram utilizados 1440 pintos de corte de um dia, sexados, distribuídos segundo um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 3 x 2, com três linhagens (Avian48, Cobb e Hubbard) e dois sexos, com quatro repetições de 60 aves cada, totalizando 24 parcelas experimentais. As aves foram criadas sob as mesmas condições de manejo e alimentação. Aos 35, 42 e 49 dias de idade, foram retiradas 48 aves no total em cada abate para avaliação da ocorrência de carne pálida e determinações das características de qualidade da carne do peito, como pH, cor, desnaturação protéica, perda de exsudato, capacidade de retenção e absorção de água, perdas por cozimento e força de cisalhamento. Os resultados foram submetidos à Análise de Variância e, posteriormente, ao teste de comparação de médias de Tukey para as variáveis com diferença estatística significativa, utilizando o procedimento GLM (General Linear Models) do programa estatístico SAS (SAS Institute, 1996). Nas condições em que foi realizado este experimento, as diferentes linhagens não apresentaram diferenças com relação às características de qualidade de carne. Os machos apresentaram um valor de pH maior em comparação com as fêmeas em todas as idades estudadas. Com relação à coloração da carne, em todas as idades, as carnes de peito não apresentaram valores superiores à L*49,0, que os classificariam como pálidas, ou seja, a cor variou de normal à escura independente da linhagem, indicando, desta forma, que a linhagem não influenciou a ocorrência de carne pálida nem as demais características de qualidade.
The objective of this study was to verify the occurrence of pale meat in different commercial strains of broiler chickens and also to evaluate the other characteristics of meat quality. We used 1440 one day old chicks, male and female, distributed in a completely randomized design in an factorial 3 x 2, with 3 strains (Avian48, Cobb e Hubbard) and 2 genders, with four repetitions of 60 chickens each, in a total of 24 experimental parcels. The chickens were raised under the same handling and feeding conditions. When the chickens were 35, 42 and 49 days old, we removed 48 of them in total in each slaughter for evaluating the occurrence of pale meat and determining the characteristics of their breast meat quality, such as pH, color, protein denaturation, exsudate loss, capacity of water retention and absorption, losses for cooking and shearing strength. The results were submitted to the Variation Analysis and afterwards to the Tukey average comparison test for the variables with significant statistic difference, using the GLM (General Linear Models) procedure of the statistics program SAS (SAS Institute, 1996). Under this experiment's conditions, the different lineages didn't present any differences related to the characteristics of the meat quality. The males presented a higher pH value comparing to the females in all the ages studied. About the meat coloring, in all ages, the breast meat didn't present values higher than L*49,0, which would be considered pale that means that the color changed from normal to dark independently of the lineage, indicating that the lineage didn't influence the occurrence of pale meat and the other quality characteristics.

Descrição

Palavras-chave

Frango de corte, Carne - Cor, Ave - Criação, Aviculture, Meat - Color, Meat - Quality, Broilers (Chickens)

Como citar

TAKAHASHI, Sabrina Endo. Ocorrência de carne pálida e características de qualidade de carne de frangos de corte. 2007. xiii, 86 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, 2007.