Nematódeos gastrintestinais e pulmonares e parâmetros bioquímicos séricos em bezerros naturalmente infectados

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-07-29

Autores

Cezaro, Marcela Cristina de [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho encontra-se dividido em três capítulos. O capítulo 1 versa sobre uma revisão de literatura que teve como objetivo a realização de um levantamento retrospectivo sobre os endoparasitas em bovinos no Brasil, que também incluiu dados mundiais. No capítulo 2, objetivou-se investigar os nematódeos gastrintestinais (GI) e pulmonares que parasitam bovinos jovens. Para isso, foram utilizados 140 bezerros mestiços, de dois a 12 meses de idade, clinicamente saudáveis, de duas propriedades leiteiras nos municípios de Botucatu e Manduri, estado de São Paulo. Durante um ano, trimestralmente, amostras de fezes foram coletadas diretamente da ampola retal para a realização da contagem de OPG pela técnica de McMaster modificada e pesquisa de L1 de Dictyocaulus viviparus pela modificação da técnica de Baermann. Além disso, coproculturas foram realizadas em pool de amostras para a observação das larvas infectantes. Na propriedade de Manduri, houve um aumento significativo da contagem de OPG no inverno. Na propriedade de Botucatu, os animais com até três meses de idade apresentaram maiores contagens de OPG quando comparados aos animais mais velhos. Em geral, foram observados ovos de estrongilídeos, Strongyloides spp., Moniezia spp., Trichuris spp. e oocistos de Eimeria spp. Nas coproculturas, em ordem de prevalência, foram recuperadas larvas infectantes de Cooperia spp., Haemonchus spp., Oesophagostomum spp. e Trichostrongylus spp. As L1 de D. viviparus foram recuperadas somente na propriedade de Botucatu durante todo o ano, com exceção da primavera. O capítulo 3 teve como objetivo determinar as concentrações séricas de parâmetros bioquímicos e possíveis alterações provocadas pelo parasitismo em condições de campo. Foram selecionados 86 bezerros avaliados no capítulo 2. No mesmo momento da coleta de fezes, realizou-se a coleta de sangue por venopunção da jugular para obtenção do soro. Foram determinadas as concentrações séricas de haptoglobina, paraoxonase – 1, proteína total, albumina, colesterol, triglicérides, HDL, LDL, ferro, UIBC, amilase, lipase, cálcio, fósforo, e as atividades da acetilcolinesterase e butirilcolinesterase. Os animais foram divididos em grupos de acordo com os resultados da contagem de OPG e presença de L1 de D. viviparus. Observou-se elevação significativa nas concentrações de haptoglobina nos bezerros parasitados por nematódeos GI e pulmonares. Um aumento significativo da atividade de acetilcolinesterase foi observado nos bezerros infectados por D. viviparus. Em adição, houve diminuição significativa das concentrações de colesterol, triglicérides, HDL e LDL e aumento significativo da concentração de lipase nos bezerros parasitados por nematódeos GI.
This work was divided into three chapters. The chapter 1 aimed to perform a review article based on a retrospective survey of epidemiological studies examining endoparasites that affect bovine in different regions of Brazil, which also included international data. The chapter 2 aimed to determine the gastrointestinal (GI) and pulmonary parasites that affect calves. For this, we used 140 clinically healthy crossbred calves, two to 12 months old, which belonged to two private farms in the municipalities of Botucatu and Manduri, São Paulo state. The animals were monitored for 12 months. Feces were collected directly from the rectum every three months. Fecal egg counts were determined using the modified McMaster technique with a sensitivity of 50 eggs per gram of feces (EPG). Coproculture was performed on pooled samples to identify Strongylida infective larvae. First-stage larvae of Dictyocaulus viviparus were identified by a modified Baermann method. The calves from Manduri farm showed a significant increase in the fecal egg counts in the winter when to compare to other seasons. The Botucatu farm calves differed significantly in the age groups in that younger calves (2 – 3 months old) showed a higher EPG than older calves (8 – 12 months old). Generally, we found Strongyle type-eggs, Strongyloides spp., Moniezia spp., and Trichuris spp. eggs and Eimeria spp. oocysts. The most prevalent genera in all coprocultures were: Cooperia spp., Haemonchus spp., Oesophagostomum spp., and Trichostrongylus spp. First-stage larvae of D. viviparus were found only in Botucatu farm samples throughout the year, except in the spring. The chapter 3 aimed to evaluate possible alterations in selected serum biochemical analytes produced by parasitic infection in field conditions. For this, 86 calves were selected from chapter 2. At the same time point of feces collection, animals were bled via the jugular vein to obtain sera. The biochemical analytes determined were: haptoglobin, paraoxonase type 1, total protein, albumin, cholesterol, tryglicerides, HDL, LDL, iron and UIBC, amylase, lipase, phosphorus, calcium and the activity of acetylcholinesterase and butyrylcholinesterase. The calves were divided into four groups according to the results of EPG and the modified Baermann method. The haptoglobin concentration significantly increased in calves with GI and pulmonary parasites. A significant increase in acetylcholinesterase was observed in calves infected with lungworms. Concentrations of cholesterol, triglycerides, HDL, and LDL were significantly decreased but that of lipase was elevated in calves with GI parasites.

Descrição

Palavras-chave

Dictyocaulus viviparus, Acetilcolinesterase, Bovinos, Haptoglobina, Nematódeos gastrintestinais, Acetylcholinesterase, Bovine, Haptoglobin, Gastrointestinal nematode

Como citar