Show simple item record

dc.contributor.advisorMachado, Afonso Antônio [UNESP]
dc.contributor.authorPretti, Caroline [UNESP]
dc.date.accessioned2015-03-23T15:27:43Z
dc.date.available2015-03-23T15:27:43Z
dc.date.issued2009
dc.identifier.citationPRETTI, Caroline. Variáveis psicológicas no vôlei competitivo feminino: estudo da ansiedade e da vergonha. 2009. ii, 44 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Educação Física) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2009.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/120665
dc.description.abstractO contexto esportivo é repleto de muitas manifestações psicológicas. Para se ter sucesso é necessário que ocorra uma grande preparação destes atletas, que devem estar preparados fisicamente, tecnicamente e taticamente para responder às necessidades do esporte, buscando sempre a vitória e a melhor performance nas competições desportivas. A Psicologia do Esporte vem desenvolvendo programas de treinamento psicológico envolvendo técnicos, treinadores e atletas na busca de melhor desempenho nas competições. Hoje em dia o voleibol é um dos esportes mais praticados e assistidos no mundo inteiro, sendo no Brasil o segundo esporte mais praticado. O estado emocional se altera tanto em um período pré-competitivo, onde a incerteza de futuros acontecimentos provoca uma ansiedade, tensão e certo desconforto, quanto no momento da competição e também no período póscompetitivo. O sentimento de vergonha também é manifestado em muitas ocasiões. Várias são as definições encontradas para essa emoção: sentimento penoso de desonra; humilhação; rebaixamento; sentimento de insegurança provocado pelo medo do ridículo; embaraço; indignidade; timidez; acanhamento; sentimento de desconforto, entre outras. . A pesquisa buscou analisar teórica e praticamente as alterações emocionais de atletas em suas funções esportivas. Foi realizada com uma equipe de voleibol feminino, onde se aplicou um questionário fechado, a 21 atletas, com idades entre 13 e 16 anos. Verificou-se com que freqüência as manifestações dos sentimentos de vergonha e ansiedade ocorriam e possivelmente prejudicavam o desempenho das atletas. Após análise dos resultados pode-se concluir que as manifestações de ansiedade foram mais evidenciadas se comparadas as de vergonha. Notamos que, as preocupações quanto ao desempenho e aos erros que podem ser cometidos são muito evidenciados na equipe. A vergonha-meta... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo)pt
dc.format.extentii, 44 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectEsportes - Aspectos psicológicospt
dc.subjectVoleibolpt
dc.subjectPsicologia do esportept
dc.subjectManifestações psicológicaspt
dc.subjectPerformancept
dc.titleVariáveis psicológicas no vôlei competitivo feminino: estudo da ansiedade e da vergonhapt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, Rio Claropt
dc.identifier.aleph000607239
dc.identifier.filepretti_c_tcc_rcla.pdf
dc.identifier.lattes9998824647536109
unesp.undergraduateEducação Física - IBRCpt
dc.identifier.orcid0000-0002-5669-5425
unesp.advisor.lattes9998824647536109[1]
unesp.advisor.orcid0000-0002-5669-5425[1]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record