Show simple item record

dc.contributor.advisorBassi, Ana Paula Farnezi [UNESP]
dc.contributor.authorSilva, Mirela Caroline [UNESP]
dc.date.accessioned2021-08-03T21:40:40Z
dc.date.available2021-08-03T21:40:40Z
dc.date.issued2020-10-12
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/213835
dc.description.abstractGuided bone regeneration (ROG) has become a common and important practice in Implantology. To perform the regeneration of bone defects it is necessary to use membranes that assist in this process, since they are barriers that prevent the growth of undesirable tissues in the areas of bone defects. Absorbable membranes have shown advantages over non-absorbable membranes, among the most relevant characteristics of absorbable membranes are: blood support (directly related to the porosity of the material) and bone mechanical support that depends on the membrane resorption time, being a strand of biomaterials studies that assist in this repair process. In this way, the search for appropriate materials continues. The purpose of this analysis was to evaluate and compare, through histological, histomorphometric study, of the guided bone regeneration process using the porcine dermis collagen membrane (Collprotect Straumann®) in critical defects created in rat calvaria. For this, 72 Albinus Wistar rats were used, divided into 3 groups, 24 for each group: Control group with clot only; Porcine dermis collagen membrane group (Collprotect Straumann®) and Porcine collagen membrane group. Each group consisted of 4 subgroups according to the study times: 7, 15, 30 and 60 days. After the experimental periods, the pieces were processed in laboratories and submitted to histological and histomorphometric analyzes, for comparative statistical analysis of the data found. From the results obtained, it can be seen in the inflammatory profile that the CS membrane showed a biological behavior inferior to the BG membrane, with less angiogenesis and greater amount of inflammatory cells. As well as in the analysis of the newly formed bone area, not obtaining complete closure of the defect at the end of the experimental periods, no matter how much it behaved superiorly to the GC group at 30 and 60 days. Thus, it is concluded that there is a need for further studies associating the membrane of the CS group with osteoinductive/osteoconductive biomaterials, which enhance the results obtained in this study.en
dc.description.abstractA regeneração óssea guiada (ROG) tornou-se uma prática comum e importante na Implantodontia. Para realizar a regeneração de defeitos ósseos é necessário o uso de membranas que auxiliem neste processo, uma vez que são barreiras que evitam o crescimento de tecidos indesejáveis nas áreas de defeitos ósseos. As membranas absorvíveis têm mostrado vantagens em relação às membranas não absorvíveis, entre as características mais relevantes das membranas absorvíveis estão: o suporte sanguíneo (diretamente relacionado com a porosidade do material) e suporte mecânico ósseo que depende do tempo de reabsorção da membrana, sendo está uma vertente dos estudos de biomateriais que auxiliam nesse processo de reparo. Desta forma, a busca por materiais apropriados continua. O objetivo dessa análise foi avaliar e comparar por meio de estudo histológico, histomorfométrico, do processo de regeneração óssea guiada utilizando a membrana de colágeno de derme porcina (Collprotect Straumann®) em defeitos críticos criados em calvária de ratos. Para isso, foram utilizados 72 ratos Albinus Wistar divididos em 3 grupos, sendo 24 para cada grupo: Grupo controle somente com coágulo; Grupo da membrana de colágeno de derme porcina (Collprotect Straumann®) e o Grupo da membrana colágeno porcino. Cada grupo constituído de 4 subgrupos de acordo com os tempos de estudo: 7, 15, 30 e 60 dias. Decorridos os períodos experimentais, as peças foram processadas em laboratórios e foram submetidas as análises histométricas e de perfil inflamatório para análise estatístico comparativo dos dados achados. A partir dos resultados obtidos, pode-se observar no perfil inflamatório que a membrana CS apresentou comportamento biológico inferior a membrana BG, com uma menor angiogênese e maior quantidade de células inflamatórias. Assim como na análise da área de osso neoformado, não obtendo fechamento completo do defeito ao final dos períodos experimentais, por mais que tenha tido comportamento superior ao grupo GC aos 30 e aos 60 dias. Dessa forma, conclui-se que há uma necessidade de novos estudos associando a membrana do grupo CS com biomateriais osteoindutores/osteocondutores, que potencializem os resultados obtidos neste estudo.pt
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamento
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.subjectCollagenen
dc.subjectRegeneração óssea guiadapt
dc.subjectColágenopt
dc.subjectOssospt
dc.titlePotencial de regeneração óssea guiada de membrana de colágeno porcino (Collprotect Straumann®): estudo histométrico e de perfil inflamatório em defeitos ósseos de calvária de ratos.pt
dc.title.alternativePotential for guided bone regeneration of porcine collagen membrane (Collprotect Straumann®): histological, histomorphometric study in bone defects of rat calvaria.en
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatubapt
unesp.undergraduateOdontologia - foapt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record