Show simple item record

dc.contributor.advisorPizzolitto, Elisabeth Loshchagin [UNESP]
dc.contributor.authorCabeça, Tatiane Karen [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:27:20Z
dc.date.available2014-06-11T19:27:20Z
dc.date.issued2006-08-10
dc.identifier.citationCABEÇA, Tatiane Karen. Suscetibilidade de microorganismos relacionados com a contaminação de alimentos em biofilme artificial e em suspensão frente a desinfetantes. 2006. 105 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, 2006.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/94813
dc.description.abstractAvaliou-se o perfil de suscetibilidade de Staphylococcus aureus ATCC 6538, Escherichia coli ATCC 25922 e Listeria monocytogenes ATCC 7644, em suspensão e em biofilme formado in vitro, frente à ação dos desinfetantes: ácido iodado, à base de biguanida, à base de quaternário de amônio, à base de ácido peracético e clorado, empregados comumente em indústrias alimentícias brasileiras. As técnicas de microscopia eletrônica de varredura e microbiológica de viabilidade celular foram utilizadas para esta pesquisa. Os resultados demonstraram que as células microbianas em suspensão foram suscetíveis a ação de todos os desinfetantes estudados, não apresentando células viáveis após 10 minutos de tratamento com os desinfetantes. O desinfetante clorado foi o mais eficaz na eliminação das células microbianas em biofilme, proporcionando baixos valores numéricos na contagem das células viáveis e poucas células aderidas à superfície do aço inoxidável após submetido ao tratamento de 10 minutos, enquanto o desinfetante à base de biguanida mostrou ser o menos eficaz na eliminação das células microbianas em biofilme após um tratamento de 10 minutos. A idade do biofilme em horas (24, 75, 120) não mostrou ser um fator influente na resistência das células microbianas aos desinfetantes testados. Comparando-se os resultados da suscetibilidade das células microbianas em suspensão e em biofilme, foi verificado que as células em biofilme são mais resistentes à ação dos desinfetantes. O conjunto dos resultados sugerem uma deficiência de todos os desinfetantes estudados na eliminação de S. aureus, E. coli e L. monocytogenes quando em biofilme.pt
dc.description.abstractThe susceptibility of Staphylococcus aureus ATCC 6538, Escherichia coli ATCC 25922 and Listeria monocytogenes ATCC 7644, in suspension and in biofilm formed in vitro, was studied against the action of disinfectants: iodine, biguanide, quaternary ammonium, peracetic acid and chlorine, commonly used in Brazilian food industries. The scanning electron microscopy and cellular viability techniques were used in this research. The results showed that the microbiological suspension cells were susceptible after 10 minutes of treatment with the disinfectants. The chlorine disinfectant was the most effective against microbiological cells in biofilm, showed low numbers of viable cells and few adhered cells on stainless steel surface after 10 minutes of treatment, while the biguanide disinfectant showed to be the least effective against microbiological cells in biofilm after 10 minutes of treatment. The biofilm age in hours (24, 72 and 120) didn't show to be an influential factor on resistance of microbiological cells to studied disinfectant. The comparison between the results of susceptibility of microbiological suspension cells and microbiological biofilm cells showed that the biofilm cells are more resistant to disinfectants action. The results suggest that the studied disinfectants could not eliminate S. aureus, E. coli and L. monocytogenes biofilms.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent105 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectDesinfetantespt
dc.subjectSuscetibilidadept
dc.subjectCélulas em biofilmept
dc.subjectCélulas em suspensãopt
dc.subjectDisinfectantsen
dc.subjectSusceptibilityen
dc.subjectBiofilm cellsen
dc.subjectSuspension cellsen
dc.titleSuscetibilidade de microorganismos relacionados com a contaminação de alimentos em biofilme artificial e em suspensão frente a desinfetantespt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramBiociências e Biotecnologia Aplicadas à Farmácia - FCFARpt
unesp.knowledgeAreaMicrobiologiapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000474626
dc.identifier.filecabeca_tk_me_arafcf.pdf
dc.identifier.capes33004030081P7
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record