Uso de resíduos madeireiros da Amazônia brasileira no cultivo in vitro de Lentinus strigosus

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2013

Autores

Andrade, Meire Cristina Nogueira de [UNESP]
Sales-Campos, Ceci
Carvalho, Cristiane Suely Melo de
Aguiar, Lorena Bentolila de
Minhoni, Marli Teixeira de Almeida

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Lentinus strigosus (Schwein.) Fr. is an exploitable edible mushroom occurring in the Brazilian Amazon, being part of a huge diversity of edible mushrooms which are little grown. The use of regional waste is recommended to reduce production costs of any kind of edible mushroom. Thus, the mycelial growth of L. strigosus in culture media based on regional wood waste extract by using substrates based on Protium puncticulatum, Cariniana micrantha and Caryocar glabum sawdust, supplemented with 20% of wheat bran (Triticum aestivum), corn bran (Zea sp.) or rice bran (Oryza sp.) was observed. Eucalyptus (Eucaliptus sp.) sawdust was used for comparison with the other wood wastes because it is commonly used in the cultivation of edible fungi. The experimental design employed was totally randomized, in 4 x 3 factorial scheme (sawdust x bran), adding up 12 treatments with 5 repetitions, being that each repetition corresponded to a Petri dish, totalizing 60 dishes, incubated at 35 ºC. The diameter of the colony was daily evaluated until the fungus reached the borders of the Petri dish in one of the treatments. After that period, the media based on P. puncticulatum sawdust obtained thebest results of mycelial growth, showing potential to be used as an alternative residuein a future production of L. strigosus in the state of Amazonas.
O Lentinus strigosus (Schwein.) Fr. é um cogumelo comestível ainda pouco cultivado, de ocorrência na Amazônia brasileira, que pode ser explorado. Para viabilizar economicamente o seu cultivo, a exemplo de outros cogumelos comestíveis, é recomendado a utilização de resíduos regionais de baixo ou nenhum custo. Assim, verificou-se o crescimento micelial de L. strigosus em meios de cultura preparados à base de extrato de resíduos madeireiros regionais (serragem) de breu (Protium puncticulatum), tauari (Cariniana micrantha) e piquiarana (Caryocar glabum) suplementadas com 20% de farelo de trigo (Triticum aestivum), farelo de milho (Zea sp.) ou farelo de arroz (Oryza sp.). A serragem de eucalipto (Eucalyptus sp.) foi utilizada para comparação com os demais resíduos madeireiros, por ser um resíduo comumente utilizado no cultivo de fungos comestíveis. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4 x 3 (serragens x farelos), totalizando 12 tratamentos com 5 repetições, sendo cada repetição correspondente a uma placa de Petri, totalizando 60 placas, incubadas a 35 ºC. Avaliou-se, diariamente, o diâmetro da colônia até que, em um dos tratamentos, o fungo atingiu as proximidades da placa de Petri. Após esse período, observou-se que o meio à base de extrato de serragem de breu proporcionou melhor desempenho de crescimento micelial do L. strigosus e apresenta, desta forma, potencial para ser utilizado como um resíduo alternativo em uma futura produção de L. strigosus no estado do Amazonas.

Descrição

Palavras-chave

Mushrooms, Mycelium, Waste, Supplementation, Cogumelos, Micélio, Resíduos, Suplementação

Como citar

Ambiência, v. 9, n. 1, p. 189-196, 2013.