Cais da Sagração e a sua tradução para o inglês: uma análise de elementos estruturais e culturais da narrativa

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2003-02-17

Orientador

Camargo, Diva Cardoso de

Coorientador

Pós-graduação

Letras - IBILCE

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A presente pesquisa é uma análise da obra Cais da Sagração (1971), de Josué Montello (1981), e da sua tradução para o inglês, Coronation Quay (1975), traduzida por Myriam Henderson. Montello é reconhecido pela crítica por tentar retomar a identidade maranhense. A sua obra retoma e desdobra a saga de São Luís do Maranhão. Na presente pesquisa, comentamos a respeito do Modernismo no Estado do Maranhão bem como a crítica a respeito de Josué Montello. Abordamos a obra sobre dois aspectos: o literário e o cultural. No que se refere ao aspecto literário, analisamos alguns elementos da narrativa, como personagens, tempo e espaço, para depois compará-los com a tradução. Também abordamos a visão de alguns teóricos que tratam da tradução literária, e sobre a importância da tradução como interação cultural. Com relação ao aspecto cultural, comparamos palavras e expressões consideradas elementos culturais no texto de partida em relação ao texto de chegada. Esses elementos estão divididos em campos temáticos da natureza, da cultura material, da cultura social e da cultura ideológica.

Resumo (inglês)

Not available.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

AMORIM, Elizabeth de Fatima. Cais da Sagração e a sua tradução para o inglês: uma análise de elementos estruturais e culturais da narrativa. 2003. 111 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, 2003.

Itens relacionados

Financiadores