Resposta tecidual da pasta de hidróxido de cálcio associada ao Ômega-3

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-06-30

Autores

Mafra, Larissa Silva [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A medicação intracanal é um dos passos mais importantes durante o tratamento endodôntico, principalmente em casos de necropulpectomia. O composto dessas medicações auxilia na resposta inflamatória e na desinfecção dos canais, sendo a pasta à base de hidróxido de cálcio a mais utilizada. Ela é composta por um pó associado a um veículo que pode ser aquoso, viscoso ou oleoso. O ômega-3 é um ácido graxo poli-insaturado oleoso que atua no ciclo do ácido araquidônico diminuindo a inflamação, auxiliando o reparo e a osteogênese. Esse estudo teve como objetivo analisar a resposta tecidual da pasta à base de hidróxido de cálcio associada ao ômega-3. Vinte ratos Wistar receberam de forma randomizada 5 tubos de polietileno preenchidos cada um com uma pasta de hidróxido de cálcio associada a veículos diferentes: soro fisiológico (Ca(OH)2 + S), propilenoglicol (Ca(OH)2 + P), óleo de oliva (Ca(OH)2 + OL), ômega-3 (Ca(OH)2 + OM) e um tubo vazio para controle. Após o período de 7 e 30 dias, os animais foram eutanasiados e os tubos e tecidos adjacentes foram removidos e processados para análise do infiltrado inflamatório, pela coloração hematoxilina-eosina (H.E.), análise da maturação do colágeno, pela coloração de Picrosirius Red (PSR) e análise da mineralização pelas técnicas de coloração de von Kossa (VK) e sem coloração por análise sob luz polarizada (POL). O infiltrado inflamatório foi considerado moderado no período de 7 dias e leve em 30 dias para todos os grupos, não apresentando diferença estatística entre eles (p = 0,743 e p = 0,183, respectivamente). Quanto à análise de fibras colágenas, aos 7 dias o grupo controle se apresentou com maior quantidade de fibras imaturas e menor quantidade de fibras maduras, sendo diferente dos grupos Ca(OH)2 + S e Ca(OH)2 + P (p = 0,001). O grupo Ca(OH)2 + P apresentou a menor quantidade de fibras imaturas e maior de maduras, sendo diferente dos demais grupos, exceto do grupo Ca(OH)2 + S (p = 0,001). Aos 30 dias os grupos controle, Ca(OH)2 + S e Ca(OH)2 + OL apresentaram-se com mais fibras imaturas e menos maduras, quando comparados ao grupo Ca(OH)2 + P e Ca(OH)2 + OL (p = 0,001). A deposição de partículas de cálcio foi observada em VK e em POL para todos os grupos em todos os períodos. Conclui-se que a pasta de Ca(OH)2 associada ao ômega-3 induziu reação inflamatória e deposição de cálcio de forma semelhante às demais pastas. Além disso, permitiu a proliferação de fibras colágenas de forma semelhante ao controle em ambos os períodos, demonstrando interferir menos no processo reparador comparado às demais pastas.
Intracanal medication is one of the most important steps during endodontic treatment, especially in cases of necropulpectomy. The compound of these medications helps in the inflammatory response and disinfection of the root canals, and the paste based on calcium hydroxide is the most used. It is composed of a powder associated with a vehicle that can be aqueous, viscous or oily. Omega-3 is an oily polyunsaturated fatty acid that acts on the arachidonic acid cycle by decreasing inflammation, aiding repair and osteogenesis. This study aimed to analyze the tissue response of a paste based on calcium hydroxide associated with omega-3. Twenty Wistar rats randomly received five polyethylene tubes each filled with a calcium hydroxide paste associated with different vehicles: saline (Ca(OH)2 + S), propylene glycol (Ca(OH)2 + P), olive oil (Ca(OH)2 + OL), omega-3 (Ca(OH)2 + OM) and an empty tube for control. After the period of 7 and 30 days, the animals were euthanized and the tubes and adjacent tissues were removed and processed for analysis of the inflammatory infiltrate, by hematoxylin-eosin (H.E.) staining, collagen maturity analysis, by Picrosirius Red staining (PSR) and mineralization analysis by von Kossa staining techniques (VK) and without staining by polarized light analysis (POL). The inflammatory infiltrate was considered moderate in the period of 7 days and mild in 30 days for all groups, with no statistical difference between them (p = 0.743 and p = 0.183, respectively). Regarding the analysis of collagen fibers, at 7 days the control group presented a higher amount of immature fibers and a lower amount of mature fibers, being different from the Ca(OH)2 + S and Ca(OH)2 + P groups (p = 0.001). The Ca(OH)2 + P group presented the lowest amount of immature fibers and the highest amount of mature fibers, being different from the other groups, except for the Ca(OH)2 + S group (p = 0.001). At 30 days, the control groups, Ca(OH)2 + S and Ca(OH)2 + O presented more immature and less mature fibers, when compared to the Ca(OH)2 + P and Ca(OH)2 + OL group (p = 0.001). The deposition of calcium particles was observed in VK and POL for all groups in all periods. It is concluded that the Ca(OH)2 paste associated with omega-3 induced inflammatory reaction and calcium deposition in a similar way to the other pastes. In addition, it allowed the proliferation of collagen fibers in a similar way to the control in both periods, demonstrating to interfere less in the reparative process compared to the other pastes.

Descrição

Palavras-chave

Ácidos graxos Ômega-3, Hidroxido de calcio, Endodontia, Tratamento do canal radicular, Endodontics

Como citar