Efeito do estresse térmico agudo sobre os níveis da proteína e RNA mensageiro da Hsp70, em fígado e cérebro de pintos de corte de diferentes linhagens

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2001-10-01

Autores

Dionello, Nelson José Laurino
Ferro, Jesus Aparecido [UNESP]
Macari, Marcos [UNESP]
Rutz, Fernando
Furlan, Luiz Roberto [UNESP]
Ferro, Maria Inês Tiraboschi [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Zootecnia

Resumo

Oitenta pintos de corte de duas linhagens, pescoço pelado (Na/na) e Hubbard-Pettersen, entre 2 e 5 dias de idade, foram expostos a estresse térmico agudo (36-37°C), durante cinco horas. Foram avaliados temperatura cloacal e peso corporal individuais ao início e final do período de estresse térmico agudo. Os pintos foram sacrificados ao final e amostras de fígado e cérebro foram coletadas e analisadas por Western Blotting e Northern Blotting, para quantificação da proteína e RNA mensageiro da Hsp70, respectivamente. Os resultados apresentaram maiores níveis protéicos de Hsp70 no tecido cerebral do que no hepático. Antes do estresse térmico, não houve diferenças de linhagens para expressão e síntese de Hsp70, em ambos os tecidos. Após o estresse térmico, as aves estressadas apresentaram maiores níveis protéicos de Hsp70, quando o tecido analisado foi o fígado (para as pescoço pelado nas idades de 4 e 5 dias), e menores níveis, em relação às controles, quando o tecido analisado foi o cérebro (para as Pescoço pelado na idade de 2 dias). O tamanho do transcrito de RNA mensageiro de Hsp70 foi de 2,7 kb. Os resultados do presente experimento sugerem que, para o tecido cerebral, a indução de Hsp70 ocorreu em níveis transcripcional e traducional e para o tecido hepático foi detectada apenas alteração em nível traducional, para ambas as linhagens.
Eighty broiler chicks, Naked neck (Na/na) and Hubbard-Pettersen strains, were exposed to acute heat stress (36-37°C), from 2 to 5 days of age, and body weight and cloacal temperature were measured in the beginning and at the end of the heat stress period (5 h). Birds were sacrificed at the end and liver and brain samples were collected and analyzed using Western Blotting and Northern Blotting to quantify Hsp70 levels and mRNA Hsp70 transcript, respectively. The brain tissue had higher Hsp70 level than liver tissue. Before heat stress it was not observed difference in the Hsp70 expression between strains. After heat stress in the liver it was observed in increase in the Hsp70 level (naked neck birds at 4 and 5 days), and in the brain a reduced Hsp70 level was found when compared with the control birds (Naked neck birds at 2 days). The size of the mRNA Hsp70 transcript was 2.7 kb. The data of this experiment suggest that to the brain tissue heat stress affect Hsp70 at transcriptional and translational levels, and for hepatic tissue the effect is only at translational level, for different lines.

Descrição

Palavras-chave

estresse por calor agudo, Hsp70 hepática e cerebral, proteína e RNA mensageiro de Hsp70, Northern Blotting e Western Blotting, acute heat stress, hepatic and brain Hsp70, protein and mRNA Hsp70, Northern Blotting and Western Blotting

Como citar

Revista Brasileira de Zootecnia. Sociedade Brasileira de Zootecnia, v. 30, n. 5, p. 1506-1513, 2001.