Eficácia do herbicida amicarbazone aplicado sobre a palha ou no solo no controle de plantas daninhas na cultura da cana-de-açúcar

Imagem de Miniatura

Data

2009-06-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A eficácia dos herbicidas no sistema de cana-crua é diretamente influenciada pela quantidade e distribuição de palha na área, bem como pela ocorrência da primeira chuva superior a 20 mm posterior à aplicação, uma vez que a palha é capaz de interceptar o herbicida antes que este atinja o solo. Nesse contexto, a presente pesquisa teve como objetivo avaliar a eficácia e o comportamento do herbicida amicarbazone no controle de plantas daninhas no sistema de cana-crua. Para isso, foi realizado um experimento em condições controladas, considerando diferentes doses de amicarbazone (D1 = 1,05 kg ha-1, D2 = 0,875 kg ha-1, D3 = 0,700 kg ha-1 e D4 = 0,525 kg ha-1) e situações de aplicação desse herbicida, a saber: sobre 5 t de palha ha-1, sobre o solo e coberto com 5 t de palha ha-1, além de pulverização sobre o solo sem cobertura de palha, resultando assim em 12 tratamentos. Aos 7, 14, 21 e 28 dias após a aplicação (DAA), foi avaliada a porcentagem de controle das seguintes espécies de plantas daninhas: Ipomoea grandifolia, Brachiaria decumbens, Merremia cissoides e Euphorbia heterophylla. Pelos resultados obtidos, pode-se constatar que, independentemente da espécie de planta daninha avaliada, os maiores índices de controle foram observados quando o amicarbazone foi aplicado sobre a palha, simulando-se em seguida precipitação correspondente a 30 mm de chuva, e nos tratamentos em que o herbicida foi aplicado diretamente no solo sem palha. Dessa forma, para as espécies I. grandifolia, M. cissoides e E. heterophylla, todos os tratamentos apresentaram excelente controle (nota 6 - 100%) a partir dos 14 DAA; para B. decumbens, o controle total ocorreu aos 28 DAA. Portanto, pode-se concluir que o amicarbazone é uma excelente alternativa para o manejo dessas espécies de plantas daninhas em cana-crua.

Resumo (inglês)

Herbicide efficacy in raw sugar cane is directly influenced by the amount and distribution of straw in the area, as well as by the occurrence of the first rainfall exceeding 20 mm after application, since straw is able to intercept the herbicide before it strikes the soil. Within this context, the present study aimed to evaluate the effectiveness and performance of the herbicide amicarbazone in weed control in raw cane. Thus, an experiment was conducted under controlled conditions considering different doses of amicarbazone (D1 = 1.05 kg ha-1; D2 = 0875 kg ha-1; D3 = 0700 kg ha-1 and D4 = 0525 kg ha-1) and herbicide applications on 5 tonnes of straw ha-1 on the ground and covered with 5 tonnes of straw. ha-1; in addition to spraying on the ground without straw cover, resulting in 12 treatments. At 7, 14, 21 and 28 days after application (DAA) the percentage of control of the weed species Ipomoea grandifolia, Brachiaria decumbens, Merremia cissoides and Euphorbia heterophylla was evaluated. The results obtained showed that regardless of the type of weed assessed, the highest rates of control were observed when amicarbazone was applied on the straw, followed by simulated precipitation of 30 mm of rain and in treatments in which the herbicide was applied directly into the soil without straw. Thus, for the species I. grandifolia, M. cissoides and E. heterophylla, all the treatments had excellent control (grade 6 to 100%) after 14 DAA; for B. decumbens, complete control occurred at 28 DAA. Therefore, we can conclude that amicarbazone is an excellent alternative for the management of these species of weeds in raw cane.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Planta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 27, n. 2, p. 319-326, 2009.

Itens relacionados

Financiadores