Estudo comparativo entre o tumor odontogênico adenomatóide e tumor odontogênico epitelial calcificante a partir da técnica histoquímica do AgNOR e da imunohistoquímica do PCNA, p 53 e Ki-67

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-09-21

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O tumor odontogênico adenomatóide (TOA) é um tumor benigno composto de epitélio odontogênico com uma variedade de padrões arquiteturais histológicos, embebido em um estroma de tecido conjuntivo maduro e caracterizado por um crescimento lento, porém progressivo. O tumor odontogênico epitelial calcificante (TOEC) é definido como uma neoplasia odontogênica epitelial localmente invasiva, caracterizada pela presença de material amilóide que pode se tornar calcificado. Ambos recentemente reclassificados pela Organização Mundial da Saúde como tumores de epitélio odontogênico, com estroma fibroso maduro e sem ectomesênquima odontogênico. Com o objetivo de contribuir para o estabelecimento de tratamentos e prognósticos mais precisos, através de um melhor entendimento do comportamento biológico destes tumores, este estudo se propôs aavaliar o potencial proliferativo dos dois tumores que por vezes apresentam aspectos histológicos coincidentes, utilizando a técnica histoquímica do AgNOR e a imunohistoquímica de evidenciação de PCNA, P53 e Ki-67. Foram utilizados 5 espécimes de cada tumor. A análise comparativa dos resultados quantitativos/ qualitativos da histoquímica de evidenciação das NORs e dos resultados imunohistoquímicos para os três anticorpos estudados confirmam o comportamento patológico neoplásico benigno do tumor odontogênico adenomatóide e do tumor odontogênico epitelial calcificante. Foi observada distribuição positiva do PCNA nas células epiteliais das áreas sólidas e adenomatóides do TOA e nas áreas sólidas de células epiteliais poliédricas do TOEC, o que permite sugerir estes sítios como os responsáveis pelo crescimento dos respectivos tumores.
The adenomatoid odontogenic tumor (OAT) is a benign tumor composed of odontogenic epithelium in a variety of histoarquitectural patterns, embedded in a mature connective tissue stroma and characterized by slow but progressive growth. The calcifying epithelial odontogenic tumor (CEOT) is defined as an epithelial odontogenic neoplasia locally invasive, characterized by the presence of amiloyd material that may become calcified. Both were recently reclassified by World Health Organization as tumors of odontogenic epithelium, with mature fibrous stroma without odontogenic ectomesenchyme. With the aim of contributing to the achievement of more precise treatments and prognosis, based on a better understanding of the biological behavior of these tumors, this study proposed evaluation of the proliferative potential of both tumors that sometimes present similar histological patterns, using AgNOR histochemistry and imunohistochemical expression of PCNA, P 53 and Ki- 67. There were analyzed 5 specimens of each tumor. Comparative analysis of quantitative/qualitative results of the NORs staining and the histochemical expression results of the antibodies studied confirm the benign neoplastic pathological behavior of the AOT and CEOT and the positive expression of PCNA distributed among epithelial cells of solid nodules and adenomatoid structures of AOT and among the polyhedral epithelial CEOT cells allowed suggest these sites as the responsible ones for respective tumoral growth.

Descrição

Palavras-chave

Tumores odontogenicos, Imuno-histoquímica, Histoquimica, Imunoistoquímica, Immunohistochemistry, Odontogenic tumors

Como citar

JARDIM, Paulo de Tarso Coelho. Estudo comparativo entre o tumor odontogênico adenomatóide e tumor odontogênico epitelial calcificante a partir da técnica histoquímica do AgNOR e da imunohistoquímica do PCNA, p 53 e Ki-67. 2007. 43 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2007.