Influência do tratamento com n-acetilcisteína na expressão da proteína deltafosb no encéfalo de ratos susceptíveis ou resilientes ao estresse de derrota social

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-12-15

Autores

SEGRE, Nicolas

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Frente a um estímulo nocivo, o organismo tem como resposta o estresse. Dependendo de em que momento da vida e quão prolongada é esta resposta, pode resultar no desenvolvimento e progressão de transtornos de humor. Um dos modelos animais de grande valor preditivo e etológico, para o estudo do estresse, é o Estresse de Derrota Social (EDS), que consiste na introdução de um roedor intruso no território de um coespecífico agressivo. Após repetidos episódios de EDS, através do Teste de Interação Social (TIS), os animais podem ser divididos em 2 fenótipos, susceptíveis e resilientes, que apresentam diferenças comportamentais e neurais entre si. Uma destas alterações diz respeito à proteína DeltaFosB, um fator de transcrição que se acumula em neurônios após sua ativação repetida devido a sua longa meia-vida, cuja distribuição é diferente dependendo do fenótipo. O objetivo deste trabalho é avaliar se o efeito do tipo antidepressivo antidepressivo da N-acetilcisteína (NAC) em ratos expostos ao EDS está relacionado com alterações da expressão de DeltaFosB no encéfalo de ratos. Os resultados demonstraram efeito significativo do fenótipo nas 4 principais regiões implicadas no estresse (córtex pré frontal, hipocampo, amídala e núcleo acumbens) porém o tratamento com a NAC não teve mesmo efeito na maioria das regiões.
Faced with harmful stimulus, the body responds with stress. Depending on when in life it happens and how prolonged the response is, it can result in the development and progression of mood disorders. One of the animal models of great predictive and ethological value is the Social Defeat Stress (SDS), which consists of the introduction of an intruder rodent into the territory of an aggressive conspecific. After repeated episodes of SDS, using the Social Interaction Test (SIT), animals can be divided into 2 phenotypes, susceptible and resilient, that have behavioral and neural differences between them. One of these changes is related to the DeltaFosB protein, a transcription factor that accumulates in repeated activated neurons due to its long half-life time, whose distribution is different depending on the phenotype. The aim of this work is to evaluate whether the antidepressant-like effect of N-acetylcysteine (NAC) in rats exposed to the SDS is related to altering the expression of DeltaFosB. The results showed a significant effect of the phenotype in the four main regions involved in stress (prefrontal cortex, hippocampus, amygdala and nucleus accumbens) but the treatment with NAC did not have the same effect in most regions.

Descrição

Palavras-chave

estresse, susceptibilidade, resiliência, DeltaFosB, stress, susceptibility, resilience, DeltaFosB

Como citar