Atendimento educacional especializado: algumas reflexões a partir da formação continuada realizada pelo observatório de educação especial (ONEESP)

dc.contributor.authorCapellini, Vera Lúcia Messias Fialho [UNESP]
dc.contributor.authorRinaldo, Simone Catarina de Oliveira [UNESP]
dc.contributor.authorZanata, Eliana Marques [UNESP]
dc.contributor.authorFonseca, Kátia de Abreu
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.institutionSecretaria Municipal de Educação de Bauru
dc.date.accessioned2016-07-19T13:00:36Z
dc.date.available2016-07-19T13:00:36Z
dc.date.issued2014
dc.description.abstractO município de Bauru participa do Observatório Nacional de Educação Especial (Oneesp). Durante o ano de 2012, ocorreram dez encontros com os professores da Educação Especial da rede municipal. Paralelo à formação realizada, efetuamos uma coleta de dados por meio do grupo focal, com o objetivo de: caracterizar a política de inclusão escolar do município e seus profissionais; estudar o funcionamento das salas de recursos multifuncionais (SRMs); verificar a concepção dos professores acerca das (SRMs) e sobre a Política Nacional de Educação especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, no que tange o Atendimento Educacional Especializado (AEE). Os professores são todos especializados na área da educação especial ou inclusiva, a maioria deles, com duas especializações ou mais. Vários trabalham dobrando período, ou seja, no próprio município com outra turma, ou na rede estadual. Os dados também mostraram que no município existe um procedimento padrão para encaminhamento dos alunos da educação especial para o AEE, porém a fala dos professores revelou que nem sempre as escolas compreendem e atuam da mesma forma. De modo geral, é fato que o AEE no município de Bauru é realizado, entretanto se faz necessário adequações, principalmente nos aspectos de estrutura física e recursos pedagógicos, para melhorar a qualidade do atendimento oferecido aos alunos público-alvo da Educação Especial. Os professores ressaltam que a formação inicial e continuada não é favorável para que eles atuem com todos os alunos da educação especial. Consideram que por área, isto é, por deficiência, seria mais interessante e teriam melhor formação. Outro destaque foi para a dificuldade de comunicação com o professor da classe comum, devido a proposta dos alunos serem atendidos no contra turno.pt
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista, Departamento de Educação, Faculdade de Ciências de Bauru
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista, Pós-Graduação em Educação Escolar, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara
dc.format.extent8911-8923
dc.identifierhttp://www.unesp.br/portal#!/prograd/e-livros-prograd/
dc.identifier.citationCONGRESSO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES, 2.; CONGRESSO ESTADUAL PAULISTA SOBRE FORMAÇÃO DE EDUCADORES, 12., 2011, Águas de Lindóia. Anais 2. Congresso Nacional de Professores 12. Congresso Estadual sobre Formação de Educadores... São Paulo: UNESP; PROGRAD, 2014. p. 8911-8923
dc.identifier.fileISSN2357-7819-2014-8911-8923.pdf
dc.identifier.issn2357-7819
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/141819
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.publisherPró-Reitoria de Graduação (PROGRAD UNESP)
dc.relation.ispartofCongresso Nacional de Formação de Professores
dc.relation.ispartofCongresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.titleAtendimento educacional especializado: algumas reflexões a partir da formação continuada realizada pelo observatório de educação especial (ONEESP)pt
dc.typeTrabalho apresentado em evento
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências, Baurupt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
unesp.departmentEducaçãopt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
ISSN2357-7819-2014-8911-8923.pdf
Tamanho:
549.67 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format