Teatrágora: improvisação e teatro como possibilidades metodológicas na educação para a democracia

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-02-04

Orientador

Fernandes, Maria José da Silva

Coorientador

Pós-graduação

Educação Escolar - FCLAR

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa empírica de base qualitativa através da metodologia Investigação-ação docente que buscou investigar a experiência da prática teatral, suas técnicas e fundamentos como base de práticas formativas de Educação Política e para a Democracia em âmbito escolar. A partir da literatura disponível, apresentamos os elementos que justificam a necessidade da Educação Política em âmbito escolar e verificamos os conteúdos estruturais e valorativos, assim como as possibilidades metodológicas de implementação de propostas deste tipo de formação na escola. Em conjunto a esta fundamentação oriunda da Política, para a construção da Investigação-Ação, exploramos também as bases teóricas dos métodos Teatro do Oprimido, Psicodrama Pedagógico e a Improvisação Contemporânea, que juntos dão sustentação à prática formativa que chamamos de Teatrágora. Esta formação foi realizada com dois grupos de professores em um total de seis encontros, a partir de uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Araraquara-SP. Ao analisar os dados identificamos os movimentos didáticos Teatro como Faísca, Teatro como Prisma, Teatro como Metáfora e Teatro como Ágora, de modo que cada um destes estabelece conexões pedagógicas possíveis no que tange à Educação para a Democracia. Concluímos que os jogos e atividades teatrais apresentam possibilidades diversas de exploração dos conteúdos e valores condizentes com processos de Letramento Político, possibilitando que a democracia seja vivenciada na prática, enquanto experiência.

Resumo (inglês)

This work presents the results of an empirical research with a qualitative basis through the Research-Action teaching methodology that sought to investigate the experience of theatrical practice, its techniques and foundations as a basis for training practices of Political Education and for Democracy in the school environment. Based on the available literature, we present the elements that justify the need for Political Education in the school environment and verify the structural and evaluative contents, as well as the methodological possibilities for implementing proposals for this type of education at school. Together with this foundation from the political science, for the construction of Action Research, we also explore the theoretical bases of the Theater of the Oppressed, Pedagogical Psychodrama and Contemporary Improvisation methods (Improv), which together give support to the formative practice we call Teatragora. This method was carried out with two groups of teachers in a total of six meetings, based on a partnership with the Municipal Department of Education of Araraquara-SP. When analyzing the data, we identified the didactic movements Theater as Spark, Theater as Prism, Theater as Metaphor and Theater as Agora, so that each one of them establishes possible pedagogical connections regarding Education for Democracy. We conclude that the theatrical games and activities present different possibilities for exploring the contents and values consistent with Civic Education processes, allowing democracy to be lived in practice, as an experience.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados

Financiadores