Aging as a strategy to prevent extinction in microbial ecosystems

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-08-31

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Pode o envelhecimento fornecer vantagens de sobrevivência para uma população microbiana? Nesta tese, exploramos a noção de envelhecimento em micróbios, que é muito diferente de envelhecimento em organismos multicelulares. Primeiro revisamos o uso de processos estocásticos e suas abordagens analíticas na análise da dinâmica populacional. Finalmente, com o uso dessas técnicas, desenvolvemos um modelo e o utilizamos para investigar se uma população idosa pode ter uma vantagem de sobrevivência em comparação com outras que não envelhecem, esses resultados podem nos fornecer pistas sobre a origem do envelhecimento na vida macroscópica.
Could aging provide survival advantages to a microbial population? In this thesis we explore the notion of aging in microbes, which is very different from aging in multicellular organisms. First, we review the use of stochastic processes and their analytical approaches in the analysis of population dynamics. Finally, with the use of these techniques, we develop a model and use it to investigate whether an aging population may have a survival advantage as compared to non-aging ones, these results could provide us with clues about the origin of aging in macroscopic life.

Descrição

Palavras-chave

Aging, Senescence, Bacteria, Immortality, Biofísica, Dinâmica populacional, Envelhecimento, Processo estocástico, Biophysics, Stochastic simulation, Population dynamics, Population Dynamics

Como citar