Fontes alternativas e doses de nitrogênio no milho safrinha em sucessão à soja

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-10-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Univ Federal Ceara, Dept Geol

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A produtividade do milho safrinha pode ser aumentada com a adubação nitrogenada em cobertura mesmo quando cultivado em sucessão à soja. No entanto, existem inconsistências dos resultados especialmente quanto às fontes e doses a serem empregadas nessa modalidade de cultivo. Com o objetivo de avaliar o efeito de fontes e doses de nitrogênio em cobertura no milho safrinha, cultivado após soja no sistema plantio direto, conduziu-se o experimento em um Latossolo Vermelho distrófico, em Chapadão do Céu (GO). O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 4 x 4, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos pela combinação de quatro fontes (uréia, sulfato de amônio, uréia extrusada com produtos amiláceos (Amiréia® 180S) e sulfonitrato de amônio com inibidor de nitrificação (Entec® 26)) e quatro doses de nitrogênio (0; 30; 60 e 120 kg ha-1). A interação fonte x dose não foi significativa para nenhuma das variáveis avaliadas. A aplicação de nitrogênio na forma de entec proporcionou maiores teores de nitrogênio na folha do milho safrinha que o sulfato de amônio e a amiréia. A produtividade de grãos do milho safrinha foi maior quando o nitrogênio em cobertura foi fornecido na forma de sulfato de amônio, em comparação com a amiréia. A aplicação de nitrogênio em cobertura aumentou os teores de nitrogênio e enxofre na folha, altura da planta, diâmetro do colmo, número de espigas por planta e grãos por espiga, massa de 1.000 grãos e produtividade de grãos do milho safrinha, em sucessão à soja, independentemente da fonte utilizada.

Resumo (inglês)

Out-of-season corn yield can be increased by nitrogen sidedressing fertilization even when sowed after soybean harvest. However, there is result inconsistency especially as to nitrogen sources and rates for corn in the cropping system. In order to evaluate the effect of sources and rates of sidedressed nitrogen application on out-of-season corn grown after soybean crop, an experiment was carried out on an Acrustox, in Chapadao do Ceu (GO). A randomized complete block design, in 4x4 factorial scheme, and four replications was used. Treatments included four sources (urea, ammonium sulfate, urea extruded with starch (Amireia (R) 180S), and ammonium sulfonitrate with nitrification inhibitor (Entec (R) 26)) and four rates of nitrogen (0; 30; 60 and 120 kg ha(-1)). The source x rates interaction was not significant for any of the variables evaluated. Sidedressing nitrogen application as entec promoted higher leaf nitrogen concentration than ammonium sulfate and amireia. Corn grain yield was higher when fertilized with sidedressing nitrogen as ammonium sulfate than amireia. Sidedressing nitrogen increased leaf nitrogen and sulfur concentrations, plant height, stern diameter, number of ear per plant, number of grains per ear, weight of 1,000 grains, and grain yield of out-of-season corn grown after soybean crop, regardless of the source used.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Ciência Agronomica. Fortaleza: Univ Federal Ceara, Dept Geol, v. 41, n. 4, p. 511-518, 2010.

Itens relacionados

Financiadores