A lógica do muito em um sistema de tablôs

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-07-14

Autores

Matulovic, Mariana [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Dentre as diversas lógicas não-clássicas, que complementam o cálculo de predicados de primeira ordem, destacamos as lógicas moduladas. As lógicas moduladas são caracterizadas pela inclusão de um novo quantificador, chamado modulado, que tem a incumbência de interpretar aspectos indutivos de quantificadores das linguagens naturais. Como um caso particular de lógica modulada, a lógica do muito formaliza a noção intuitiva de “muitos”. O quantificador do muito é representado por G. Assim, uma sentença do tipo Gxα(x) deve ser entendida como “muitos indivíduos satisfazem a propriedade α”. Semanticamente, a noção de muitos está associada a uma estrutura matemática denominada família fechada superiormente e própria. Seja E um conjunto não vazio. Uma família própria fechada superiormente F em E é tal que: (i) F ⊆ P(E); (ii) E ∈ F; (iii) ∅ ∉ F; (iv) A ∈ F e A ⊆ B ⇒ B ∈ F. Intuitivamente, F caracteriza os conjuntos que possuem ‘muitos’ elementos. E, assim, o universo E possui muitos elementos; o ∅ não possui muitos elementos; e se A possui muitos elementos, então todo conjunto que contém A também possui muitos elementos. Com elementos sintáticos que caracterizam linguisticamente estas propriedades de F, pode-se verificar que a lógica do muito é correta e completa para uma estrutura de primeira ordem estendida por uma família própria fechada superiormente. A lógica do muito foi originalmente introduzida em um sistema dedutivo hilbertiano, baseado apenas em axiomas e regras de dedução. Neste trabalho, desenvolvemos um outro sistema dedutivo para a lógica do muito, porém num sistema de tablôs. Demonstramos, naturalmente, que esse novo sistema é equivalente ao sistema axiomático original.
Among the several non classical logics that complement the classical first-order logic, we detach the Modulated Logics. This class of logics is characterized by extending the classical logic by the introduction of a new generalized quantifier, called modulated quantifier, that has the attribution of interpreting some inductive aspects of quantifiers in any natural language. As a particular case of Modulated Logic, the Logic of Many formalize the intuitive notion of “many”. The quantifier of many is represented by G. Thus, a sentence of the type Gxα(x) must be understood like “many individuals satisfy the property α”. Semantically, the notion of many is associated with a mathematical structure named proper superiorly closed family. Let E be a non empty set. A proper superiorly closed family F in E is such that: (i) F ⊆ P(E); (ii) E ∈ F; (iii) ∅ ∉ F; (iv) A ∈ F e A ⊆ B ⇒ B ∈ F. Intuitively, F characterizes the sets which have “many” elements. The empty set ∅ does not have many elements. And if A has many elements, then any set which contains A, also has many elements. The logic of many has syntactical elements that caracterize linguisticaly these properties of F. We can verify that the Logic of Many is correct and complete for a first order structure extended by a proper superiorly closed family. The Logic of Many was originally introduced in a Hilbertian deductive system, based only on axioms and rules. In this work, we developed another deductive system for the Logic of Many, but in a tableaux system. We proof that this new system is equivalent to the original one.

Descrição

Palavras-chave

Lógica, Lógica do muito, Lógicas moduladas, Tablôs analíticos, Modulated logics, Logic of many, Tableaux system

Como citar

MATULOVIC, Mariana. A lógica do muito em um sistema de tablôs. 2008. 121 f. Dissertação (mestrado) Universidade estadual Paulista. Faculdade de Filosofia e Ciências, 2008.