Associação de polimorfismos dos genes da UCP2 e UCP3 com características sociodemográficas e nutricionais de mulheres em pré operatório para cirurgia bariátrica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-06-27

Orientador

Oliveira, Maria Rita Marques

Coorientador

Pós-graduação

Alimentos e Nutrição - FCFAR

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Sabe-se que a obesidade possui etiologia multifatorial com forte influência de componentes genéticos. Os genes das UCPs, devido à influência no dispêndio de energia, no metabolismo lipídico, na utilização de glicose, na sensibilidade à insulina, na regulação de espécies reativas de oxigênio, se apresentam associados tanto com a obesidade quanto com suas comorbidades. Porém, poucos são os estudos que avaliaram a associação desses genes com aspectos sócio demográficos, retrospectiva da obesidade e padrões alimentares. Objetivou-se verificar associação de polimorfismos rs659366 (-866G/A) e rs660339 (A55V) do gene da UCP2 e rs1800849 (-55C/T) da UCP3 com características clínicas e nutricionais e com padrões alimentares em candidatas à cirurgia bariátrica. Foi realizado estudo transversal com 308 mulheres candidatas à cirurgia bariátrica com idade entre 21 e 45 anos. Na coleta dos dados foram incluídos: dados sócio-demográficos, peso atual, histórico de peso, estatura, Índice de Massa Corporal, idade de início da obesidade, três recordatórios alimentares de 24 horas, dosagens bioquímicas, exame de ultrassonografia, comorbidades presentes e genotipagem por PCR-real time dos genes selecionados. Foi notado risco de desenvolvimento da obesidade na adolescência em portadoras do alelo A do polimorfismo -866G/A do gene da UCP2 e chance menor de desenvolvimento da obesidade na fase adulta. Portadoras do alelo C do polimorfismo A55V do gene da UCP2 apresentaram risco maior de início da obesidade na idade adulta e portadoras do alelo T apresentaram maior risco de obesidade grau II enquanto que portadoras do alelo T do polimorfismo -55C/T do gene da UCP3 tiveram risco maior de apresentarem superobesidade após ajuste de renda per capita, maternidade e tratamentos para perda de peso. Não foi notada associação dos polimorfismos analisados...

Resumo (inglês)

The multifactorial etiology of obesity is strongly influenced by genetic components. Uncoupling protein genes (UCPs) are associated with obesity and its comorbidities because of their influence on energy expenditure, lipid metabolism, glucose use, insulin sensitivity, and regulation of reactive oxygen species. However, only a few studies have assessed whether these genes are associated with sociodemographic factors, obesity history, and eating patterns. This study investigated whether the rs659366 (-866G/A) and rs660339 (A55V) polymorphisms of the gene UCP2 and rs1800849 (-55C/T) polymorphism of the gene UCP3 are associated with the clinical and nutritional characteristics and eating patterns of bariatric surgery candidates. A cross-sectional study was done with 308 female bariatric surgery candidates aged 21 to 45 years. The following data were collected: sociodemographic data, current weight, weight history, height, body mass index, age at obesity onset, three 24-hour food recalls, biochemical tests, ultrasound examination, comorbidities, and real-time polymerase chain reaction genotyping of the genes of interest. Women with the UCP2 -866A allele were more likely to develop obesity during adolescence and less likely to develop it during adulthood. Women with the UCP2 A55V C allele were at higher risk of developing obesity during adulthood and those with the T allele were at higher risk of obesity grade 2. On the other hand, women with the UCP3 -55T allele were at higher risk of super-obesity after adjustment for per capita income, having children, and having undergone weight loss treatments. The study polymorphisms were not associated with eating patterns. After logistic regression of a subsample of 127 women, women with the UCP2 -866G allele were less susceptible to having high cholesterol and homozygotes for the C allele were more susceptible to having high... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SCHNOR, Noa Pereira Prada. Associação de polimorfismos dos genes da UCP2 e UCP3 com características sociodemográficas e nutricionais de mulheres em pré operatório para cirurgia bariátrica. 2013. 110 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, 2013.

Financiadores