Caracterização físico-química da biomassa de tocos e raízes de clones de eucalipto para fins energéticos

dc.contributor.advisorGuerra, Saulo Philipe Sebastião
dc.contributor.authorCosta, Ana Carolina Lopes Amaral
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2019-11-12T13:40:40Z
dc.date.available2019-11-12T13:40:40Z
dc.date.issued2019-09-24
dc.description.abstractA utilização da biomassa vegetal está se apresentando como uma alternativa viável para a sustentabilidade energética das futuras gerações. Apesar dessa crescente necessidade de fontes renováveis, são poucos os trabalhos que caracterizam a viabilidade dos tocos para fornecimento de energia. O tema tocos é inovador e, por isso, existem poucos relatos, na literatura nacional, sobre este assunto. O objetivo principal da pesquisa foi realizar a caracterização físico-química de tocos de florestas plantadas de eucalipto, avaliando os efeitos de clone e tempo de estocagem, contribuindo, assim, no conhecimento que envolve a conversão da biomassa florestal em energia. Para isso, foram utilizadas as espécies de tocos de eucalipto, Eucalyptus grandis × camaldulensis, Eucalyptus urophylla × grandis, e Eucalyptus grandis. A biomassa foi coletada com tempo de estocagem de 0,15, 30, 45, 60, 75 e 90 dias. As análises realizadas foram: análise imediata, análise elementar, poder calorifico, densidade básica, cloro e umidade. O trabalho foi desenvolvido em um experimento inteiramente casualizado e considerou-se um esquema fatorial (3 x 7) com dois fatores, 3 clones e 7 tempos. Foram realizados modelos lineares generalizados e quando apresentada diferença significativa, foi realizado o teste TUKEY-KRAMER para a comparação entre as médias. O fator tempo não apresentou diferença significativa em nenhuma das variáveis analisadas. A densidade básica da madeira e o poder calorífico superior não apresentaram diferença quando comparados os fatores tempo e clone. O teor de cinzas, teor de voláteis, carbono fixo e umidade apresentaram diferença entre todos os clones. As demais variáveis (carbono, hidrogênio, oxigênio, nitrogênio, enxofre e cloro) também apresentaram diferença significativa a 5 % de significância para a produção de biomassa e para produção de energia. Nas condições analisadas, os clones de eucalipto estudados foram considerados biocombustíveis renováveis e apresentaram grande potencial energético.pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.identifier.aleph000926898
dc.identifier.capes33004064021P7
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/191023
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.subjectEucalyptus sppt
dc.subjectpropriedades físicas e químicaspt
dc.subjectcombustão diretapt
dc.subjectpotencial energéticopt
dc.titleCaracterização físico-química da biomassa de tocos e raízes de clones de eucalipto para fins energéticospt
dc.title.alternativePhysical-chemical characterization of eucalyptus tones and roots biomass for energy purposespt
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
unesp.embargoOnlinept
unesp.examinationboard.typeBanca públicapt
unesp.graduateProgramAgronomia (Energia na Agricultura) - FCApt
unesp.knowledgeAreaAgriculturapt
unesp.researchAreaProdução, tecnologia da conversão de biomassa agroflorestal e suas aplicaçõespt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
costa_acla_me_botfca_sub.pdf
Tamanho:
1.58 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
3.01 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: