Manual teórico-prático de “morfologia de órgãos vegetativos”: uma proposta de recurso didático por meio de uma abordagem CTS

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2019

Autores

Santos, Leticia Beatriz Marinho dos

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O ensino de Botânica, segundo Figueiredo, Coutinho e Amaral (2012, p. 488), “na visão dos professores (...) apresenta muitas terminologias, distanciando-se da realidade dos alunos” ̶ isso é colocado como resultado de um estudo sem referências à vida dos discentes. Porém, o distanciamento com a Botânica é muito mais complexo e foi percebido anos atrás, quando, em 1998, Wandersee e Schussler cunharam o termo “cegueira botânica”. A falta de reconhecimento das plantas como seres vivos e a dificuldade em identificá-las, faz com que a relação planta e homem seja, cada vez mais, enfraquecida, acarretando várias consequências como, por exemplo, a falta de reconhecimento acerca da importância das plantas na biosfera e a crença errônea de que as plantas são inferiores aos animais. Uma forma de aproximar e melhorar essa relação e, inclusive, o ensino de botânica, é desenvolvendo formas de unir a educação a conhecimentos trazidos na bagagem social e cultural dos alunos, tornando o ensino mais significativo e vinculado à realidade do indivíduo. Tal união pode ser possível, dentre várias formas, por meio de uma abordagem CTS, que inter-relaciona questões de cunho científico e tecnológico a questões sociais. O presente trabalho teve como objetivo a elaboração de um recurso didático para o ensino de “Morfologia de Órgãos Vegetativos” dentro de uma abordagem CTS, de maneira a contextualizar o conteúdo com as realidades social, cultural, econômica e ambiental.

Descrição

Palavras-chave

Morfologia de órgãos vegetativos, Anatomia vegetal, Abordagem Ciência Tecnologia e Sociedade (CTS), Aplicabilidade, Botânica, Ensino superior, Material Didático (MD)

Como citar