Avaliação do efeito sinérgico no Fator de Proteção Solar de emulsões contendo filtros químicos e matérias primas vegetais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-06-22

Autores

Diniz, Any Carolina Ióca [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Atualmente, têm sido muito utilizados os produtos naturais para a produção de cosméticos. Os resíduos do processo de obtenção do produto primário são comumente utilizados para este fim. A utilização desses produtos ajuda no desenvolvimento das regiões produtoras das matérias primas vegetais de interesse. Os produtos naturais utilizados proporcionam, aos cosméticos, alguma atividade e, sendo material de origem vegetal, podem causar menos reações adversas em relação aos produtos que já estão no mercado, como vermelhidão, eritemas entre outras. Com base nessas informações, foram estudadas as propriedades de sete óleos vegetais e três extratos para analisar qual seria mais efetivo para, posteriormente, ser incorporado numa emulsão com filtros químicos sintéticos, com o intuito de aumentar o fator de proteção solar (FPS). No trabalho, foram utilizados, sete óleos vegetais (de Bertholletia excelsa, Coffea arábica (green), Daucus carota, Mauritia flexuosa, Passiflora edulis, Pouteria sapota, e Ricinus communis), o extrato de Pouteria sapota, o Mamey e o extrato de Anarcadium occidentale, popularmente conhecido como Caju, que possui uma mistura de compostos fenólicos (ácidos anacárdicos, os cardanóis e os cardóis), que podem aumentar o fator de proteção solar. O extrato de Anarcadium occidentale foi feito a partir das folhas do cajueiro e do pseudofruto, para avaliar qual apresenta mais propriedades de interesse. Os três tipos de extratos vegetais foram caracterizados quanto a sua citotoxicidade, compostos fenólicos, potencial antioxidante (pelo ensaio do radical DPPH●) e varredura espectrofotométrica; já os óleos vegetais foram avaliados quanto a seu potencial antioxidante e a varredura espectrofotométrica. Obteve-se com esses ensaios que o extrato que possui menor citotoxicidade e maior atividade antioxidante foi o extrato obtido das folhas do cajueiro; a varredura espectrofotométrica foi semelhante para os três extratos. Os óleos vegetais que obtiveram uma melhor atividade antioxidante foram os de Bertholletia excelsa (Castanha do Brasil), Passiflora edulis (Maracujá) e o Ricinus communis (Ricino), a varredura espectrofotométrica dos sete óleos vegetais também foram semelhantes. No sinergismo com os filtros químicos sintéticos, o óleo de Passiflora edulis a 2,0% foi o que apresentou melhor resultado e sua formulação se manteve estável.
Actually, natural products have been widely used for the production of cosmetics. The residues from the process of obtaining the primary product are commonly used for this purpose. The use of these products helps in the development of regions that produce vegetable raw materials of interest. The natural products used provide cosmetics with some activity and, being material of plant origin, may cause less adverse reactions in relation to products that are already on the market, such as redness, erythema and others. Based on this information, the properties of seven vegetable, oils and three extracts were studied to analyze which would be more effective to later be incorporated into an emulsion with synthetic chemical filters, in order to increase the sun protection factor (SPF). Seven vegetable oils (from Bertholletia excelsa, Coffea arabica (green), Daucus carota, Mauritia flexuosa, Passiflora edulis, Pouteria sapota and Ricinus communis), Pouteria sapota extract, Mamey and Anacardium occidentale extract were used in the work Anacardium occidentale, populary known as Caju, which has a mixture of phenolic compounds (anacardic acids, cardanols and cardols), which can increase the sun protection factor. The extract of Anarcadium occidentale was made from the leaves of the cashew tree and the pseudofruit to evaluate which has more properties of interest. The three types of plant extracts were characterized in terms of their cytotoxicity, phenolic compounds, antioxidant potential (by the DPPH● radical test) and spectrophotometric scanning; vegetable oils were evaluated for their antioxidante potential and spectrophotometric scanning. It was obtained from these tests that the extract that has less cytotoxicity and greater antioxidante activity was the extract obtained from the leaves of the cashew tree; the spectrophotometric scan was similar for the three extracts. The vegetable oils that obtained the best antioxidante activity were Bertholletia excelsa (Brazil nut), Passiflora edulis (Passion fruit) and Ricinus communis (Ricino), the spectrophotometric scanning of the seven vegetable oils was also similar. In synergism with synthetic chemical filters, 2.0% Passiflora edulis oil showed the best result and its formulation remained stable.

Descrição

Palavras-chave

Ativos Naturais, Extratos Vegetais, Fotoproteção, Óleos Vegetais, Anarcadium occidentale, Pouteria sapota

Como citar