Atividade antimicrobiana e antibiofilme de flavonois como agentes para aplicação endodôntica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-09-24

Autores

Rabelo, Rafaela Laruzo [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Even after endodontic treatment, in permanent teeth with open apex or closed, refractory infections may develop due to the persistence or invasion of new pathogenic microorganisms. Many authors have explored the use of phytotherapics in order to obtain new compounds that have th erapeutic properties, such as flavonoids. An important class of flavonoids is the flavonois, characterized by a chemical skeleton of 3-hydroxyflavone, which may or may not be glycosylated (or bound to a sugar). They are present in fruits and vegetables and have several properties, such as antimicrobial, antioxidant, osteogenic and antiosteoclastogenic properties. Therefore, the objective of this study is to analyze the antimicrobial and antibiofilm activity of flavonols as agents for endodontic application. The following flavonols: myricetin, kaempferol, quercetin and galangin were evaluated against Streptococcus mutans, Enterococcus faecalis, Lactobacillus casei, Actinomyces israelii, Fusobacterium nucleatum and Candida albicans in planktonic culture and 48 hours biofilm in polystyrene plates, after 24 hours of treament. The results showed MIC/MBC values ranging from 0.03 to 2 mg/mL. Kaempferol and quercetin had no effect against any tested microorganism. Galangin reduced the growth of C. albicans and A. israelii, and myricetin had bactericidal action against S. mutans, A. israelii, L. casei and F. nucleatum. For the antibiofilm action, galangin significantly reduced biofilm of C. albicans and A. israelii. Mirycetin eliminated S. mutans and E. faecalis biofilms and reduced A. israelii, L. casei and F. nucleatum biofilms. It is concluded that, among the flavonols tested, myricetin had the best antimicrobial and antibiotic effects against microorganisms associated with endodontic infection
Mesmo após o tratamento endodôntico, em dentes permanentes com ápice aberto ou fechado, infecções refratárias podem se desenvolver devido à persistência ou invasão de novos microrganismos patogênicos. Muitos autores têm explorado o uso de fitoterápicos, visando obter novos compostos que apresentem propriedades terapêuticas, como os flavonoides. Uma importante classe dos flavonoides é a dos flavonois, caracterizados por um esqueleto químico de 3-hidroxiflavona, que pode estar ou não glicosilada (ou ligada a um açúcar). Eles estão presentes em frutas e vegetais e apresentam diversas propriedades, como ação antimicrobiana, antioxidante, osteogênica e antiosteoclastogênica. Sendo assim o objetivo de presente estudo foi analisar a atividade antimicrobiana e antibiofilme de flavonois como agentes para aplicação endodôntica. Os seguintes flavonois: miricetina, canferol, quercetina e galangina foram avaliados contra Streptococcus mutans, Enterococcus faecalis, Actinomyces israelii, Lactobacillus casei, Fusobacterium nucleatum e Candida albicans em cultura planctônica e em biofilme de 48h, em placas de poliestireno, após 24h de tratamento. Os resultados mostraram valores de CIM/CBM variando entre 0,03 e 2 mg/mL. Canferol e quercetina não apresentaram efeito contra nenhum microrganismo testado. Galangina reduziu o crescimento de C. albicans e A. israelii, e miricetina teve ação bactericida contra S. mutans, E. faecalis, A. israelii, L. casei e F. nucleatum. Quanto à ação antibiofilme, galangina reduziu significantemente biofilme de C. albicans e de A. israelii. Miricetina eliminou biofilme de S. mutans e E. faecalis e reduziu biofilme de A. israelii, L. casei e F. nucleatum. Conclui-se que, entre os flavonois testados, a miricetina teve o melhor efeito antimicrobiano e antibiofime contra microrganismos associados com infecção endodôntica

Descrição

Palavras-chave

Flavonoides, Anti-infecciosos, Biofilmes, Flavonoids

Como citar

RABELO, Rafaela Laruzo. Atividade antimicrobiana e antibiofilme de flavonois como agentes para aplicação endodôntica. 2018. 45 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Odontologia) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2018.