Avaliação do potencial do extrato vegetal de Byrsonima intermedia como alternativa na inibição microbiana durante o processo de produção de etanol por via fermentativa

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-08-31

Autores

Carvalho, Arlindo José Lima de

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Durante o processo de fermentação industrial tradicional, ocorre a produção de bioetanol pela levedura a partir de um mosto açucarado, onde vários tipos de contaminações podem ocorrer prejudicando a obtenção do produto, dentre essas, a contaminação microbiana. O controle microbiológico do processo requer um tratamento diferencial, onde é necessário controlar os contaminantes, sem, no entanto, afetar a ação das leveduras selecionadas. Atualmente, estão sendo estudadas formas naturais de controle que atendem aos requisitos de produção sem afetar adversamente o meio ambiente ou impedir o comércio subsequente dos subprodutos gerados. Diante desta realidade o presente trabalho procurou uma alternativa que contribuísse para o controle da contaminação no processo fermentativo, utilizando extratos aquoso e hidroalcoólico do vegetal Byrsonima intermedia, uma planta típica do cerrado brasileiro. Inicialmente, foi determinada a atividade antibacteriana in vitro e a concentração mínima inibitória (CIM), onde ambos extratos mostraram ser efetivos em baixas dosagens para amostras bacterianas isoladas de processos fermentativos diferentes, apresentando halos que variaram de 9,26 mm a 15,70 mm e a CIM entre 2,5 mg.mL-1 a 0,156 mg.mL-1. Os ensaios diretamente no processo fermentativo foram realizados utilizando apenas com o extrato aquoso, o qual apresentou resultados de eficiência fermentativa (65,02%) enquanto o produto comercial atualmente empregado (62,43%), esse ganho de 2,59% gera, para cada 100 milhões de litros de etanol produzido, um adicional de 2,59 milhões de litros de etanol e uma margem bruta adicional de R$4,7 milhões, podendo ser uma alternativa para o controle microbiano em processos fermentativos para a produção de bioetanol por possuir qualidades desejáveis como viabilidade econômica e facilidade de solubilização.
During the traditional industrial fermentation process, yeast bioethanol is produced from a little sugar, where various types of contamination can impair the use of the product, such as microbial contamination. The microbiological control of the process requires a differential treatment, where it is necessary to control the contaminants, without, however, applying an action of the selected changes. Currently, natural forms of control that meet production requirements are being studied without adversely affecting the environment or preventing subsequent trade in the generated by-products. Faced with this reality or present work, you are looking for an alternative that contributes to the control of contamination in the fermentation process, using aqueous and hydroalcoholic extracts from the vegetable Byrsonima Intermedia, a typical plant from the Brazilian cerrado. Initially, an antibacterial activity was provided in vitro and the minimum inhibitory concentration (MIC), where the two affected extracts will be effective in low doses for the bacterial processes of different fermentation processes, represented halos that ranged from 9.26 mm to 15.70 mm and MIC between 2.5 mg.mL-1 to 0.156 mg.mL-1. The tests directly in the fermentation process were carried out using only the aqueous extract, which showed results of fermentative efficiency (65.02%), while the commercial product currently employed (62.43%), this gain of 2.59% generates , for every 100 million liters of ethanol produced, an additional 2.59 million liters of ethanol and an additional gross margin of R $ 4.7 million, which may be an alternative for microbial control in fermentation processes for the production of bioethanol for having desirable qualities such as economic viability and ease of solubilization.

Descrição

Palavras-chave

Extrato vegetal, Antimicrobiana, Contaminantes, Fermentação, Vegetable extract, Antimicrobial, Contaminants, Fermentation

Como citar