Levantamento da infestação de plantas aquáticas em Porto Primavera antes do enchimento final do reservatório

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-12-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O objetivo deste trabalho foi identificar as plantas aquáticas e os níveis de infestação de cada espécie em Porto Primavera antes do enchimento final do reservatório. Foram avaliados todos os focos de vegetação aquática no reservatório (72 pontos), sendo os pontos demarcados com um aparelho de GPS. As espécies foram identificadas e estimouse visualmente (tamanho da área) a distribuição proporcional das plantas no foco de infestação. Após a identificação, foram encontradas 18 espécies de plantas aquáticas vegetando no reservatório, das quais foram determinadas a frequência de espécie de planta aquática e a distribuição dentro do sistema de geração de energia. As espécies encontradas no reservatório foram: Eichhornia crassipes, Eichhornia azurea, Pistia stratiotes, Paspalum repens, Cyperus brevifolius, Paspalum conspersum, Echinochloa polystachya, Egeria densa, Egeria najas, Polygonum hidropiperoides, Polygonum lapathifolium, Alternanthera philoxeroides, Eleocharis sellowiana, Nymphaea ampla, Pontederia cordata, Salvinia auriculata, Salvinia rotundifolia e Typha angustifolia. As maiores frequências relativas foram observadas em: E. azurea (36,11%), E. crassipes (16,67%), P. stratiotes (13,89%), S. auriculata (13,89%), C. brevifolius (11,11%) e P. lapathifolium (6,94%).

Resumo (inglês)

The objective of this work was to identify the aquatic plants and their infestation levels in Porto Primavera Reservoir in the state of São Paulo, Brazil, before the reservoir was filled. The aquatic vegetation in the dam (72 sites) were evaluated and marked with GPS equipment. The species were identified and a visual estimate (site size) of the proportional distribution of the plants in the infestation foci was carried out. After plant identification, eighteen macrophyte species were found in the dam and their frequency and distribution were determined as follows: Eichhornia crassipes, Eichhornia azurea, Pistia stratiotes, Paspalum repens, Cyperus brevifolius, Paspalum conspersum, Echinochloa polystachya, Egeria densa, Egeria najas, Polygonum hidropiperoides, Polygonum lapathifolium, Alternanthera philoxeroides, Eleocharis sellowiana, Nymphaea ampla, Pontederia cordata, Salvinia auriculataa, Salvinia rotundifolia, Typha angustifolia. The highest relative frequencies were observed in: E. azurea (36.11%), E. crassipes (16.67%), P. stratiotes (13.89%), S. auriculata (13.89%), C. brevifolius (11.11%), and P. lapathifolium (6.94%).

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Planta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 27, n. spe, p. 879-886, 2009.

Itens relacionados

Financiadores