Atividade de óleos essenciais sobre Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae), Spodoptera frugiperda (JE Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) e inimigos naturais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-12-02

Orientador

Bueno, Regiane Cristina Oliveira de Freitas

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Insetos-praga são um dos principais problemas fitossanitários na agricultura, sendo responsáveis por perdas de produtividade. O controle destes organismos é realizado, em geral, por meio da aplicação de inseticidas sintéticos. No entanto, devido à busca por produtos de menor impacto no ambiente e com menores resíduos nos alimentos, estudos com plantas inseticidas têm se intensificado. Dois insetos-praga têm se destacado no cenário mundial: Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) e Bemisia tabaci (Hemiptera: Aleyrodidae) devido a suas características polífagas, à voracidade dos insetos, casos de populações resistentes, além do fato de B. tabaci ser vetora de fitopatógenos. Neste contexto, o presente estudo objetivou avaliar o potencial dos óleos essenciais de Syzygium aromaticum, Baccharis dracunculifolia, Cordia verbenacea, Schinus terebinthifolius, Callistemon sp. e Cymbopogon citratus sobre B. tabaci, S. frugiperda e sobre os parasitoides Telenomus remus e Trichogramma pretiosum. Foram realizados experimentos para avaliar o potencial destes óeleos essenciais na mortalidade de S. frugiperda via dieta artificial, dieta natural, por pulverização e imersão do alimento. Foram determinadas as concentrações letais para o óleo essencial de C. citratus. Avaliou-se o efeito da fumigação dos óleos em T. pretiosum e T. remus. Em mosca-branca, avaliou-se o efeito na mortalidade nas fases de ovo, ninfa e adulto, além da repelência e deterrência de oviposição em adultos. Os óleos de C. citratus e S. aromaticum foram tóxicos para as duas pragas e para os inimigos naturais. A pulverização dos óleos sobre lagartas de segundo ínstar de S. frugiperda não foi efetiva na redução da população da praga. A fase mais sensível de B. tabaci foi a de ninfa, com valores acima de 90,0% de mortalidade. Os óleos essenciais mostraram-se promissores para a utilização no controle das pragas-alvo e podem ser utilizados em programas de manejo integrado, sobretudo associando ao controle biológico, desde que seja respeitado o momento ideal para o posicionamento de ambas as táticas.

Resumo (inglês)

Pest insects are one of the main phytosanitary problems in agriculture, being responsible for yield losses. In general, the control of these organisms is carried out based on synthetic insecticides spraying. However, in order to get an ecofriendlier management tool, which also provide food security, studies with insecticidal plants have been increased. Two pest insects have globally stood out: Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) and Bemisia tabaci (Hemiptera: Aleyrodidae) due to their polyphagia, voracity, potential resistance development, additionally to the fact that B. tabaci is vector of phytopathogens. In this context, the present study aimed to evaluate the potential of the essential oils of Syzygium aromaticum, Baccharis dracunculifolia, Cordia verbenacea, Schinus terebinthifolius, Callistemon sp. and Cymbopogon citratus on B. tabaci, S. frugiperda and on the parasitoids Telenomus remus and Trichogramma. Trials were carried out to evaluate the potential of these essential oils in the mortality of S. frugiperda under artificial diet, natural diet, spraying and immersing food conditions. Lethal doses have been determined for some oils. The effect of oil fumigation on T. pretiosum and T. remus was evaluated. For B. tabaci, the effect on mortality in the egg, nymph and adult stages was evaluated, besides repellency and deterrence of oviposition in adults. The oils of C. citratus and S. aromaticum were toxic to both pests and to natural enemies. The spraying of oils on second instar larvae of S. frugiperda was not effective in reducing the pest population. The most sensitive stage of B. tabaci was the nymph, with values above 90.0% of mortality. Essential oils have shown promise for use in the control of target pests and can be used in integrated pest management programs, additionally to natural enemies’ releasement, only if the ideal moment for the positioning of both tactics is respected.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados