Efeito de géis fluoretados suplementados com trimetafosfato de sódio nanoparticulado sobre a remineralização do esmalte dental in situ.

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-02-23

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito de géis fluoretados suplementados com nanopartículas de Trimetafosfato de Sódio (TMP) sobre a remineralização de lesões de cárie artificiais in situ. Blocos de esmalte dental bovino (n=160) foram aleatoriamente divididos entre os grupos de estudo após análise de dureza de superfície (DS) e indução de lesões de subsuperfície. Os géis testados foram: Placebo (sem flúor ou TMP – controle negativo), 9000 µg F/g (9000F – controle positivo), 4500 µg F/g + 5% TMP microparticulado (4500 5%TMPmicro) e 4500 µg F/g + 5% TMP nanoparticulado (4500 5%TMPnano). Dez voluntários utilizaram dispositivos palatinos contendo 4 blocos de esmalte durante 3 dias, após uma única aplicação dos géis, seguindo um protocolo duplo-cego e cruzado. Dois blocos de esmalte foram removidos imediatamente após a aplicação dos géis, para determinar a concentração de fluoreto de cálcio (CaF2) formado. Após cada fase, determinou-se a porcentagem de recuperação de dureza de superfície (%RDS) e CaF2 retido no esmalte. Os dados foram submetidos ANOVA de medidas repetidas e teste de Student-Newman-Keuls (p<0.05). A maior %RDS foi observada para o gel 4500 5%TMPnano, seguido por 4500 5%TMPmicro, 9000F e Placebo, com diferenças significativas entre os grupos. Em relação ao CaF2 formado, a maior concentração foi observada para o grupo 9000F. Não foram observadas diferenças significativas entre os grupos 9000F, 4500 5%TMPmicro e 4500 5%TMPnano para concentrações de CaF2 retido. Conclui-se que a adição de TMP a géis fluoretados melhorou significativamente a remineralização de lesões de cárie in situ. O uso de TMP em escala nanométrica potencializou ainda mais este efeito.
The present study aimed to evaluate the effect of fluoride gels supplemented with nano-sized sodium trimetaphosphate (TMP) on the remineralization of artificial caries lesions in situ. Bovine enamel blocks (n=160) were randomly distributed among study groups after surface microhardness (SH) analysis and induction of subsurface lesions. Test groups included: Placebo (without F and TMP – negative control), 9000 µg F/g (9000F – positive control), 4500 µg F/g + 5% micrometric TMP (4500 5%+ TMPmicro) and 4500 µg F/g + 5% nano-sized TMP (4500 + 5%TMPnano). Ten volunteers used palatal devices containing 4 enamel blocks during 3 days, after a single application of gels, following a double-blind and crossover protocol. Two enamel blocks were removed immediately after topical application of F to determine calcium fluoride (CaF2) formed on enamel. After each phase, the samples were analyzed by percentage of surface hardness recovery (%SHR) and CaF2 retained on enamel. Data were analyzed by repeated-measures ANOVA and Student-Newman-Keuls test (p<0.05). The highest %SHR was observed for 4500 5%TMPnano gel, following by 4500 5%TPMmicro, 9000F, and Placebo, with significant differences among all groups. Regarding CaF2 formed, the highest concentration was observed in the 9000F group. No significant differences were observed among 9000F, 4500 5%TMPmicro and 4500 5%TMPnano groups for concentrations of CaF2 retained. It was concluded that the addition of TMP to gels improved the remineralization of caries lesions in situ. The use of nano-sized TMP further enhanced this effect.

Descrição

Palavras-chave

Fluoretos, Polifosfatos, Cárie dentária, Nanopartículas, Fluorides, Polyphosphates, Dental Caries, Nanoparticles

Como citar