Reparo de fraturas cerâmicas com resina composta fotopolimerizável

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-09-28

Autores

Bernardes, Lívia Lima [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do trabalho proposto é salientar a possibilidade de reparo das fraturas cerâmicas conseqüentes de problemas mecânicos e laboratoriais, utilizando-se como material restaurador a resina composta fotopolimerizável. Diante disso, a principal ocorrência de fraturas é conseqüente de motivos como: fadiga do material, forças oclusais incidentes, trauma e preparo dental inadequado. O reparo com o material restaurador citado é indicado quando a fratura acomete no máximo 30% da coroa em sua totalidade, e caso a fratura tenha expansões maiores a troca da peça protética é a solução ideal. O preparo antecedente da superfície cerâmica com o microjateamento de óxido de alumínio otimiza a resistência de união entre a interface cerâmica-resina, seguida de tratamento superficial da área pelo condicionamento ácido com ácido Fluorídrico 10% durante 5 minutos. Estes valores de concentração e duração do condicionamento são preconizados para a porcelana feldspática (Noritake), porcelana feldspática associada à leucita (IPS Empress) e porcelana de di-silicato de lítio (IPS Empress 2). Posteriormente, a utilização de agente de silanizaçao potencializa o aumento na força de união entre as superfícies cerâmica-resina (união química).
The purpose of the proposed work is to emphasize the possibility of repair in ceramic fractures resulting from mechanical and laboratory- related problems, using the resin as a restorative material. Considering these facts, the main occurrence of fractures is a consequence of reasons such as fatigue of materials, incidents due to occlusal forces, and dental trauma as a result of an inadequate prepare. The consequent repair with said restorative material is indicated when the fracture affects up to 30% of the crown in its entirety, and if the fracture has large expanses, the exchange of the prosthesis is the ideal solution. The previous preparation of ceramic surface with aluminum oxide optimizes the bonding strength between the ceramic-resin interfaces, followed by treatment of the surface area by etching with hydrofluoric acid 10% for 5 minutes. These values of concentration and duration of conditioning are recommended for feldspathic porcelain (Noritake), associated with leucite feldspathic porcelain (IPS Empress) and lithium di-silicate porcelain (IPS Empress 2). Later, the use of a silanization agent increases the bonding strength between the ceramic-resin surfaces (chemical union).

Descrição

Palavras-chave

Cerâmicas odontológicas, Resinas compostas, Coroa dentária, Prótese dentária, Composite resins

Como citar