Avaliação das provas de soroaglutinação rápida, soroaglutinação lenta, antígeno acidificado e 2-mercaptoetanol no diagnóstico da brucelose bovina

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2000-01-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Avaliaram-se comparativamente as provas de soroaglutinação rápida, soroaglutinação em tubo, 2-mercaptoetanol e antígeno tamponado acidificado no diagnóstico da brucelose bovina. Todas as provas apresentaram boa concordância quando considerada a interpretação preconizada pelo Ministério da Agricultura do Brasil. As provas do antígeno tamponado acidificado e do 2-mercaptoetanol apresentaram alta concordância. Neste sentido, o presente estudo propõe o uso da prova do antígeno tamponado acidificado como triagem para o diagnóstico da brucelose bovina.

Resumo (inglês)

Bovine serums were evaluated by the plate agglutination, tube agglutination, buffered plate antigen and 2-Mercaptoethanol tests for bovine brucellosis diagnosis. All presented a good concordance when considering the official Ministry of Agriculture interpretation. High concordance was verified for the buffered plate antigen and 2-Mercapthoetanol tests. This study suggests the use of the buffered plate antigen test as a screening test for bovine brucellosis diagnosis.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo, v. 37, n. 5, p. 00-00, 2000.

Itens relacionados

Financiadores