Uma análise do perfil de professores de Química do Estado de São Paulo

Imagem de Miniatura

Data

2022-02-21

Orientador

Pereira, Clayston Melo
Fiscarelli, Silvio Henrique

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Química - IQ

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este estudo se propõe a investigar o perfil do professor de Química no Estado de São Paulo, o que se dará a partir de revisão de literatura sobre o tema, com base em pesquisa bibliográfica qualitativa, quantitativa e de intenção exploratória, e apoiada nos dados do INEP relativos ao ano de 2020. O que permitirá compreender quem é este professor atuante, se possui licenciatura ou bacharelado, mestrado ou doutorado, quantos estão atuando sem possuírem licenciatura e quantos professores estariam lecionando fora de sua formação acadêmica. Como resultado, os dados do INEP serão cruzados com autores que falam sobre as condições da profissão docente, e os desafios envolvidos, como a baixa atratividade. Para Corrêa e Marques (2017) quando se fala em perfil dos egressos, isto implica na necessidade de tornar explícito que características são desejáveis para o exercício profissional competente do graduado a partir de cursos de licenciatura, sendo que a identificação do perfil dos egressos deve levar em conta a formação recebida no instituto de ensino superior e as demandas da prática profissional, supondo que o perfil dos professores naturalmente apresentará elementos de sua formação inicial, na forma de conhecimentos e práticas que foram propostas ao longo de sua graduação, bem como características e qualidades de seu exercício profissional.

Resumo (inglês)

This study aims to investigate the profile of the Chemistry professor in the State of São Paulo, based on qualitative, quantitative, exploratory literature research and a literature review on the subject, supported by data from INEP for the year 2020. This will allow us to understand who this active teacher is, if he has a degree or bachelor's degree if he has a master's or doctorate, how many are working without having a degree, and how many professors would be teaching outside their academic training. As a result, INEP data will be cross-checked with authors who talk about the conditions of the teaching profession, and the challenges involved, such as low attractiveness. According to Corrêa and Marques (2017), when talking about alumni profile, this implies the need to make explicit what characteristics are desirable for the competent professional exercise of graduates from licentiate degree courses, and the identification of the alumni profile taking into account the training received at the higher education institute and the demands of professional practice, assuming that the profile of teachers will naturally present elements of their initial training, in the form of knowledge and practices that were proposed throughout their graduation, as well as characteristics and qualities of their professional practice.

Descrição

Idioma

Português

Como citar