Avaliação da potencialidade fisiológica de sementes de maracujá-doce (Passiflora alata Dryander) submetidas ao armazenamento

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005-04-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Fruticultura

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Averiguou-se a influência de três condições ambientais na capacidade de armazenamento da semente do maracujá-doce (Passiflora alata Dryander): ambiente não controlado (embaladas em saco de papel), câmara seca (embaladas em saco de papel) e câmara fria (embaladas em saco de polietileno). Nesses tratamentos, avaliaram-se o teor de água e as porcentagens de germinação, de plântulas anormais, de sementes dormentes e a de mortas, no decorrer de seis meses e após um ano. A germinação não diferiu entre os ambientes de conservação durante os seis meses iniciais de armazenamento. Após doze meses, contudo, a conservação favoreceu as sementes com grau de umidade próximo a 10%, embaladas em sacos de polietileno e mantidas a 10 º C.

Resumo (inglês)

It was studied the influence of three environment conditions on storage capacity of sweet passion-fruit (Passiflora alata Dryander) seeds: not controled ambient (in paper bags), dry chamber ( in paper bags) and cold chamber (in plastic bags). It was evaluated water contents and germination percentage, abnormal seedlings, dormancy and died seeds, during six months and after one year. Germination has no difference among conservation ambients during the initial six months of storage. After twelve months, however, seeds with humidity close to 10% and aconditioned in plastic bags, showed better conservation, when maintained at 10 º C.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Brasileira de Fruticultura. Sociedade Brasileira de Fruticultura, v. 27, n. 1, p. 52-54, 2005.

Itens relacionados