Ocorrência de eritema nodoso hansênico

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2012

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Resumo

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Introdução: A Hanseníase, em pacientes de formas multibacilares, pode apresentar episódios reacionais de Eritema Nodoso Hansênico, que podem ocorrer antes, durante e após o tratamento, causando neurites, iridociclites e orquiepidimites, levando a sequelas importantes, como cegueira e incapacidade motora. Objetivo: observar a freqüência de surtos de ENH de acordo com o tratamento com PQT e o número de vezes em que se repetiu. Métodos: ocorrência de ENH em pacientes com hanseníase multibacilar. Resultados: Foram avaliados 344 pacientes, 59,88% da forma MB; destes, 59,2% apresentaram ENH. A faixa etária variou de 12 a 86 anos, a maioria, 51,63%, entre 40-59 anos; dois (1,63%) eram menores de 15 anos; 52 eram da forma D e 70 da V; 66,39% do sexo masculino e 33,60% do feminino. Os episódios reacionais variaram de 1 a 17 por paciente; 16,39% o apresentaram uma vez e 17,21% acima de 7; 40,77% não o apresentaram. No geral, 68,02% apresentaram mais de três episódios. Quanto ao tratamento, em 8,19% o episódio manifestou-se antes do início, em 64,75% durante e em 30,32%, após. 51,63% apresentaram durante e após. Observou-se que em 63,11% o IB foi considerado alto, maior ou igual a 3 +++. Conclusão: considerou-se elevados o número de pacientes que o apresentaram e o número de repetições acima de 3 vezes, o que aumenta os riscos dos danos e seqüelas. Todas as medidas para evitá-lo devem consideradas.

Descrição

Palavras-chave

Idioma

Português

Como citar

Hansenologia Internationalis: Hanseníase e outras doenças infecciosas, v. 37, n. 2, p. 117, 2012.

Itens relacionados

Financiadores