Fertilizantes e sistemas de irrigação: emissões de gases de efeito estufa no cultivo do milho

dc.contributor.advisorLucas Junior, Jorge de [UNESP]
dc.contributor.authorCangani, Max Ternero [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2016-03-10T18:14:37Z
dc.date.available2016-03-10T18:14:37Z
dc.date.issued2016-02-04
dc.description.abstractAlgumas práticas de gestão tais como a substituição de fertilizantes sintéticos por orgânicos, uso de inibidores da nitrificação e técnicas de irrigação mais eficientes são sugestões como alternativas eficazes para mitigar as emissões de gases de efeito estufa. O estudo foi realizado na estação experimental "El Encin", Madrid, Espanha. Neste experimento, o objetivo foi avaliar o efeito de diferentes fertilizantes: urina de suínos (U); urina de suínos + inibidor da nitrificação 3,4-dimethylpyrazolephosphate- DMPP (U+I); composto da fase sólida de dejetos de suínos e aves (COM)) e ureia (M); em dois sistemas de diferentes de irrigação (aspersão e gotejamento) nas emissões de gases de efeito estufa (N2O, metano, CH4 e dióxido de carbono, CO2) em solo cultivado milho (Zea mays L.) e o efeito destes tratamentos sobre a produção agrícola. Os fluxos de N2O para a atmosfera, apesar de não apresentarem diferença significativa reduziram com a aplicação de urina + inibidor de nitrificação (DMPP) relação aos demais tratamentos (com fonte de N) sem a adição do inibidor da nitrificação. A irrigação por gotejamento contribuiu para diminuir as emissões acumuladas de N2O. A ureia proporcionou maior produção de biomassa do que todos os tratamentos orgânicos, embora o rendimento de grãos não foi significativamente diferente entre M e U+I. A irrigação por gotejamento não afetou a produção de grãos. O uso de fontes orgânicas de N e a irrigada por gotejamento é uma estratégia ambientalmente aconselhável, mas um equilíbrio ótimo entre a mitigação de perdas de GEE e adaptação de uma cultura do milho irrigado requer o uso de inibidores da nitrificação em fontes orgânicas líquidas. Os resultados deste estudo, apontaram que a adição do inibidor da nitrificação-DMPP à urina de suínos, sob irrigação por gotejamento, foi a melhor estratégia para diminuir as emissões N2O, aumentar a oxidação de CH4 e levando à produção de grãos semelhante aos resultados encontrados nas parcelas fertilizadas com ureia.pt
dc.description.abstractSome management practices such as the replacement of synthetic fertilizers by organic, use of nitrification inhibitors and more efficient irrigation techniques are suggested as effective alternatives to mitigate emissions of greenhouse gases. The study was carried out at “El Encín” field station in Madrid (latitude 40° 32′N, longitude 3° 17′W). In this experiment, we aimed to assess the effect of different organic amendments (pig urine (U); pig urine with the nitrification inhibitor 3,4-dimethylpyrazolephosphate (U+I); compost from the solid phase of pig slurry (COM)) and urea (U); and two different irrigation systems (the widespread sprinkler and the alternative drip irrigation systems) on greenhouse gas (N2O, methane, CH4, and carbon dioxide, CO2) emissions in a maize (Zea mays L.) crop. The effect of these treatments on crop yields was also evaluated. The N2O fluxes to the atmosphere, although not present significant difference reduced with the application of urine + nitrification inhibitor (DMPP) compared to other treatments (with N source) without the addition of nitrification inhibitor. Drip irrigation helped reduce the cumulative emissions of N2O. The urea provided higher biomass production than all organic treatments, although the grain yield was not significantly different between M and U + I. Drip irrigation did not affect grain production. The use of organic sources of N and drip irrigated is an environmentally wise strategy, but a great balance between mitigating losses GHG and adaptation of an irrigated corn requires the use of nitrification inhibitors in liquid organic sources. The results of this study indicated that the addition of nitrification inhibitor-DMPP urine of pigs, under drip irrigation was the best strategy to reduce N2O emissions, increase the oxidation of CH4 and leading to the production of similar grains to the results found in fertilized plots with urea.en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.identifier.aleph000872278
dc.identifier.capes33004102002P0
dc.identifier.lattes3868629166600922
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/136211
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.subjectInibidor da nitrificaçãopt
dc.subjectÓxido nitrosopt
dc.subjectMetano e dióxido de carbonopt
dc.subjectNitrification inhibitoren
dc.subjectNitrous oxideen
dc.subjectMethane and carbon dioxideen
dc.titleFertilizantes e sistemas de irrigação: emissões de gases de efeito estufa no cultivo do milhopt
dc.title.alternativeFertilizers and irrigation systems: greenhouse gas emissions in the cultive of cornen
dc.typeTese de doutorado
unesp.author.lattes3868629166600922
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
unesp.embargo12 meses após a data da defesapt
unesp.graduateProgramZootecnia - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaProdução animalpt
unesp.researchAreaPlantas Forrageiraspt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 2 de 2
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
cangani_mt_dr_jabo_par.pdf
Tamanho:
794.19 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
cangani_mt_dr_jabo_int.pdf
Tamanho:
1.52 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
2.98 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: