Screening da atividade antiproliferativa e investigação toxicológica in vitro e in vivo de compostos de coordenação

Imagem de Miniatura

Data

2015-08-07

Autores

Lopes, Érica de Oliveira [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Cancer is a group of diseases that have in common the uncontrolled cell growth that invades the tissues and organs and can spread to other parts of the body (metastasis). A number of genetic and epigenetic changes, that are associated with DNA and influence gene expression, cause cancer. In the last decades, cancer has gained a bigger dimension becoming an evident problem of global public health and is one of the leading cause of death worldwide. The development of drugs for the treatment of cancer is possible through screening of molecules using tumor cell lines or alternative methods that reduce the number of experimental animals. In a second step, in vivo assays in conventional model should ensure toxicological safety and confirm the bioavailability of the molecule. Thus, this study aims to evaluate the antiproliferative activity against the tumor cell lines (HepG2, HeLa, MDA-MB-231, K-562, DU 145), the mutagenic profile, toxicity in normal cell line (MRC-5) through the alternative method (Artemia salina L.) and BALB/c mice, and also, the coordination compound (Mn, Co and Zn) in vivo oral bioavailability. Although all the molecules studied have presented effect on tumor cell lines, and the cobalt complexes [Co(atc-Et)2]Cl and [Co(atc-Ph)2]Cl showed the best selectivity index (SI). In the acute toxicity test in Artemia salina L. only three complexes [Mn(atc)2], [Mn(atc-Me)2] and [Co(atc-Ph)2]Cl proved to be toxic to the microcrustacean, while that the acute toxicity in mice only one complex ([Mn(atc-Me)2]) presented toxic effect. Quantitative biochemical parameters (ALT and AST), as well as the relative weight of the organs of the animals showed no statistical difference. In the Ames test mutagenicity was observed only in three manganese complexes [Mn(atc-Me)2], [Mn(atc-Ch)2] and [Mn(atc-Ph)2]. As regards the quantification of the via ICP-OES oral bioavailability of plasma ...
O câncer é um conjunto de doenças que têm em comum o crescimento celular desordenado que invade os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se para outras regiões do corpo (metástase). Uma série de mudanças genéticas e epigenéticas, que são associadas ao DNA que influenciam a expressão genética, ocasionam o câncer. Nas últimas décadas, o câncer ganhou uma dimensão maior convertendo-se em um evidente problema de saúde pública mundial, sendo uma das principais causas de morte no mundo. O desenvolvimento de fármacos para o tratamento do câncer é possível de forma expressiva através da triagem de moléculas utilizando linhagens celulares tumorais ou métodos alternativos que reduzam o número de animais de experimentação. Em uma segunda etapa, ensaios in vivo em modelo convencional deverão garantir a segurança toxicológica e confirmar a biodisponibilidade da molécula. Desta forma, este estudo tem como objetivo, avaliar a atividade proliferativa frente às linhagens tumorais (HepG2, HeLa, MDA-MB-231, K-562, DU 145), o perfil mutagênico, a toxicidade em linhagem celular normal (MRC-5), pelo método alternativo (Artemia salina L.) e em camundongos BALB/c e a biodisponibilidade oral in vivo de compostos de coordenação (Mn, Co e Zn). Embora, todas as moléculas estudadas tenham apresentado efeito sobre as linhagens tumorais, os complexos de cobalto [Co(atc-Et)2]Cl e [Co(atc-Ph)2]Cl apresentaram os melhores Índices de Seletividade (IS). No ensaio de toxicidade aguda em Artemia salina L. apenas os três complexos [Mn(atc)2], [Mn(atc-Me)2] e [Co(atc-Ph)2]Cl se mostraram tóxicos para o microcustáceo, enquanto que na toxicidade aguda em camundongos apenas um complexo [Mn(atc-Me)2]. Os parâmetros bioquímicos analisados (enzimas ALT e AST), bem como o peso relativo dos órgãos dos animais, não mostraram diferença estatística significativa. No teste de Ames foi observado mutagenicidade apenas de três complexos de manganês...

Descrição

Palavras-chave

Toxicidade Aguda, Biodisponibilidade, Microbiologia, Citotoxidade de mediação celular, Cancer

Como citar

LOPES, Érica de Oliveira. Screening da atividade antiproliferativa e investigação toxicológica in vitro e in vivo de compostos de coordenação. 2015. 86 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, 2015.