A questão técnico-educacional do projeto desenvolvimento e capacitação de agricultores no uso de técnicas para correção do solo em assentamentos rurais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho apresentado em evento

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Introdução: o II Plano Nacional de Reforma Agrária propõe combinar viabilidade econômica com sustentabilidade ambiental, integração produtiva com desenvolvimento territorial, qualidade e eficiência com massividade, neste contexto apresenta-se o projeto “Desenvolvimento e capacitação de agricultores no uso de técnicas para correção do solo em assentamentos rurais” uma parceria entre a Faculdade de Ciências Agronômicas da UNESP-Botucatu, INCRA–SP e FEPAF, de modo que suas ações, contribuiram para a recuperação e consolidação de Projetos de Assentamento Rural, bem como à questão de capacitação técnico-educacional dos produtores familiares assentados, além de inserir a Universidade junto à realidade social brasileira e paulista, em particular. Objetivos: disponibilizar calcário aos agricultores familiares asssentados em Projetos de Assentamento Rural de responsabilidade da Superintendência Regional do INCRA/São Paulo, diagnosticar a necessidade da prática da calagem nos lotes de exploração agropecuária dos assentamentos, capacitar os produtores familiares assentados em técnicas de amostragem e coleta de solo para análise e sensibilizar os agricultores familiares assentados e suas famílias sobre a importância do solo agrícola, e sua correção pela calagem, na produção agropecuária. Métodos: capacitação teórico-prática de produtores familiares assentados quanto aos procedimentos adequados de amostragem e coleta de solo. A partir desse momento, os produtores passaram a ser agentes multiplicadores no interior dos assentamentos. Após a coleta das amostras, efetuou-se as análises de solo. Seus resultados foram interpretados, resultando a recomendação específica da quantidade e qualidade do calcário que foi entregue. Paralelamente, os produtores familiares dos Projetos de Assentamento participaram de palestra técnica com entrega de material escrito sobre a importância do solo agrícola, e sua correção pela prática da calagem, na produção agropecuária. Resultados: obteve-se cerca de 70% de entregas efetivas de amostras de solo do total de produtores familiares sensibilizados e capacitados, o que leva à discussão de que este processo técnico-educacional tem resultados positivos e evidentes, justificado, assim, pelo porcentual de participação apresentado.

Descrição

Palavras-chave

Idioma

Português

Como citar

CONGRESSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 3., 2005, Águas de Lindólia. Anais... São paulo: PROEX; UNESP, 2005. p. 003

Itens relacionados

Financiadores