Resistência de união de cimentos resinosos autoadesivos ao esmalte dentário com diferentes tratamentos de superfície

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-08-18

Orientador

Santos, Paulo Henrique dos

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Odontologia - FOA

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The aim of this study was to evaluate the microtensile bonding strength of self-adhesive resin cements to enamel submitted to different surface treatments. Thirty-six Te-econom Plus resin blocks were bonded to the surface of bovine enamel, divided into three experimental groups according the surface treatments: Group 1 (control): no surface treatment; Group 2: 37% phosphoric acid during 30 seconds; Group 3: 20% polyacrylic acid during 10 seconds. Two self-adhesive resin cements were used: RelyX U200 and Maxcem Elite (n=6). The samples were stored in distilled water at 37oC for 24 hours and sectioned into beams with 1.0 x 1.0 mm. The beams were submitted to thermocycling for 4 days (5760 cycles, 5oC and 55oC). The microtensile bonding strength values were measured in machine Odeme Microtensile OM 100. The fractured surfaces were analyzed in a stereoscopic for analysis of the fracture mode and representative samples of all groups were submitted to a scanning electron microscope (JEOL 5600 LV) for illustration of the fracture patterns. Data were submitted to two-way ANOVA and Tukey's test (α= 0.05). The results showed that both etching agents showed similar results for microtensile bonding strength and higher than control groups. The Maxcem Elite self-adhesive resin cement showed higher values of bond strength compared to RelyX U200. The enamel etching with 20% polyacrylic acid, previously to the application of self-adhesive resin cement, showed similar results to 37% phosphoric acid

Resumo (português)

O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência de união à microtração da interface adesiva de cimentos resinosos autoadesivos ao esmalte dentário submetido a diferentes tratamentos de superfície. Trinta e seis blocos de resina composta Te-econom Plus foram cimentados à superfície de esmaltes bovinos, divididos em 3 grupos experimentais, de acordo com o tratamento de superfície do esmalte: Grupo 1 (controle): não foram submetidos a nenhum tratamento de superfície; Grupo 2: ácido fosfórico 37% durante 30 segundos; Grupo 3: ácido poliacrílico 20% durante 10 segundos. Dois cimentos resinosos foram utilizados: RelyX U200 e Maxcem Elite (n=6). As amostras foram armazenadas em água destilada a 37ºC por 24 horas e posteriormente seccionadas em palitos medindo aproximadamente 1.0 x 1.0 mm. Os palitos foram submetidos à termociclagem (5760 ciclos, 5oC e 55oC). Os valores de resistência de união à microtração foram mensurados na máquina de ensaio Odeme Microtensile OM 100. As superfícies fraturadas foram analisadas em lupa estereoscópica para análise do modo de fratura e amostras representativas de todos os grupos foram submetidas ao microscópio eletrônico de varredura (JEOL 5600 LV) para ilustração dos padrões de fratura. Os dados de resistência de união por microtração foram submetidos à Análise de Variância dois fatores e teste de Tukey (α = 0,05). Os resultados mostraram que, em relação aos tratamentos na superfície do esmalte dental, os condicionamentos ácidos apresentaram comportamentos semelhantes entre si e maiores valores de resistência de união ao se comparar ao grupo controle. O cimento resinoso autoadesivo Maxcem Elite apresentou maiores valores de resistência de união da interface adesiva em relação ao RelyX U200. A aplicação de ácido poliacrílico 20% previamente à aplicação de cimentos...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

CHRISOSTOMO, Daniela Alvim. Resistência de união de cimentos resinosos autoadesivos ao esmalte dentário com diferentes tratamentos de superfície. 2017. 36 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Odontologia) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2017.

Itens relacionados

Financiadores