Análise histológica e imunoistoquímica do tecido pulpar de ratos Wistar submetidos a procedimento clareador com duas concentrações de peróxido de hidrogênio

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-09-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Studies have shown damage to tooth pulp, and your capacity of tissue repair, after dental bleaching. This study investigated the necrosis process, the level of cell proliferation (immunolabeling with PCNA) and apoptosis (Caspase-3, cleaved), and inflammatory response (IL-17, IL-6 and CD5) generated in the pulp tissue after this procedure. Wistar rats were divided into Control (placebo gel), BLUE (20% H2O2,1x50min), and MAXX (35% H2O2, 3x15min) groups. At 2 and 30 days, the rats were killed (n=10).The jaws were removed and processed for histology analysis (H&E) and immunohistochemistry. Statistical tests were performed for each case, considering p<0.05. At two days, necrosis was observed on the occlusal third MAXX group and moderate inflammatory infiltrate in BLUE (p<0.05). At 30 days, there was no inflammatory infiltrate in groups, and large area of the pulp chamber was occupied by tertiary dentin. The immunolabeling for PCNA, at two days, was more expressive in the middle third of the BLUE group (p<0.05) and the cervical third of the MAXX (p<0.05), with significant reduction to 30 days in the cervical third (p<0.05). Caspase-3-cleaved was present in all groups, showing a higher level of apoptosis in the bleached groups compared with the control in both analysis periods (p<0.05); comparing the groups at 2 and 30 days, significant reduction in the level of apoptosis was observed only in BLUE group (p<0.05). CD5 positive cells were found in all groups in both analysis periods; at two days, the BLUE group had higher immunolabeling for CD5 in the occlusal third when compared to the other groups (p<0.05); in other thirds, both groups bleached showed most immunolabeling compared with the control group (p<0.05); there was no significant difference in the comparison of each group at 2 and 30 days (p>0.05). The MAXX group presented...
Estudos demonstram danos causados à polpa dentária, e sua capacidade de reparo tecidual, após procedimento de clareação dentária. Este estudo investigou o processo de necrose, o nível de proliferação celular (imunomarcação com PCNA) e apoptose (Caspase-3-clivada), e a resposta imune inflamatória (IL-17, IL-6 e CD5) no tecido pulpar após este procedimento. Foram utilizados dois protocolos de clareação dentária com peróxido de hidrogênio (H2O2) nos molares superiores de 40 ratos Wistar, formando os grupos Controle (gel placebo), BLUE (H2O2 a 20% 1x50min) e MAXX (H2O2 a 35%, 3x15min). Após 2 e 30 dias, os ratos foram eutanasiados e as maxilas processadas para avaliação histológica (H.E.) e imunoistoquímica. Foram realizados os testes estatísticos referentes a cada caso, considerando p<0,05. Aos dois dias, foi observada necrose no terço oclusal do grupo MAXX, e infiltrado inflamatório moderado no BLUE (p<0,05). Aos 30 dias, não houve infiltrado inflamatório nos grupos, e grande área da câmara pulpar foi ocupada por dentina terciária. A marcação para PCNA aos 2 dias, demonstrou maior nível de proliferação celular no terço médio do grupo BLUE (p<0,05) e no terço cervical do MAXX (p<0,05), com redução significativa aos 30 dias no terço cervical (p<0,05). Caspase-3-clivada foi presente em todos os grupos, apresentando maior nível de apoptose nos grupos clareados quando comparados com o controle, nos dois períodos de análise (p<0,05); quando comparados os grupos aos 2 e 30 dias, foi observada redução significativa do nível de apoptose apenas no grupo BLUE (p<0,05). Células CD5 positivas foram presentes em todos os grupos, em ambos períodos de análise; aos dois dias, o grupo BLUE apresentou maior imunomarcação para CD5 no terço oclusal quando comparado aos demais grupos (p<0,05); nos demais terços...

Descrição

Palavras-chave

Clareamento dental, Pulpite, Peróxido de hidrogênio, Teeth bleaching

Como citar

BENETTI, Francine. Análise histológica e imunoistoquímica do tecido pulpar de ratos Wistar submetidos a procedimento clareador com duas concentrações de peróxido de hidrogênio. 2015. 105 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2015.