Influência da experiência de cárie dentária na ocorrência de lesão de cárie proximal em molares decíduos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-02-21

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A experiência passada de cárie do paciente tem sido considerada um forte auxiliar na predição da ocorrência de novas lesões de cárie dentária. O diagnóstico clínico da lesão ainda hoje é um desafio, sendo que na superfície proximal é indicada a radiografia interproximal para sua detecção. O objetivo deste estudo foi verificar em relação à ocorrência da lesão de cárie proximal a existência de associação com a experiência de cárie, a faixa etária, o arco dentário, bem como o dente e a superfície dentária mais acometida e o grau de comprometimento das lesões em esmalte ou dentina. Participaram do presente estudo 202 crianças, de ambos os sexos, na faixa etária de 5 a 9 anos de idade, divididas em 2 grupos. O grupo 1 formado por 98 crianças com experiência de cárie dentária e o grupo 2 com 104 crianças sem experiência de cárie. As 202 crianças foram radiografadas de ambos os lados, nos períodos de 0, 6 e 12 meses, pela técnica interproximal para verificar a ocorrência de lesão de cárie dentária nas superfícies proximais dos molares decíduos superiores e inferiores. A análise das radiografias foi realizada por dois pesquisadores em que se avaliou a ausência ou presença de radiotransparência e o tecido dentário acometido (esmalte ou dentina). A incidência de cárie aos 0, 6 e 12 meses foi respectivamente nos grupos 1 e 2 de 31,61% / 3,85; 27,96% / 5,88%; 11,49% / 4,21%. Esta diferença foi estatisticamente significante nos períodos de 0 e 6 meses. A faixa etária entre 6 e 9 anos exibiu maior número de lesão de cárie proximal. Os dentes superiores foram os mais acometidos pela lesão de cárie proximal (56,1%), sendo os dentes 54 e 55 os mais afetados. As lesões de cárie proximal ocorreram em 67,5% na superfície distal, sendo a mesial acometida em 32,5% dos casos. Lesão...
The experience of tooth decay has been strongly considered in the prediction of occurrences of new tooth decay lesions. The clinic lesion diagnostic is a challenge. Nevertheless, the bitewing radiography is indicated for the proximal surface for an accuracy of the tooth decay detection. The main objective of this study was verify the occurrence of proximal caries and the association with caries experiences. Additionally, the dental arc, the age group, the tooth, tooth surface and the degree of commitment of the lesions in enamel and dentin were studied. The research was conducted in two groups of two hundred and two children male and female between five and nine years old. The group one was composed of ninety eight children that had historically experienced tooth decay. The group two composed of one hundred and four children had never been diagnosed with any kind of tooth decay. All the children were radiographed with bitewing radiographic taken on both sides. The radiographs were taken in intervals of zero, six and twelve months respectively. The interproximal technique was used in order to verify the occurrence of dental caries in areas near upper and lower deciduous molars. Furthermore, the radiographic analysis was conducted for two researchers that assessed the absence or witnessed of radiotransparency and dental tissue undertaken enamel or dentin. The results showed that the incidence of proximal dental caries on group one and two in the first, second and third evaluation period were respectively: 31,61% / 3,85; 27,96% / 5,88%; 11,49% / 4,21%. The statistically difference was noted in the first and second evaluation period. The age between six and nine years old presented the higher number of proximal dental caries. The upper teeth were the...

Descrição

Palavras-chave

Cáries dentárias, Radiografia interproximal, Molares, Dentes decíduos, Dental caries

Como citar

FAVRETTO, Carla Oliveira. Influência da experiência de cárie dentária na ocorrência de lesão de cárie proximal em molares decíduos. 2013. 73 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2013.