Avaliação de formulações dentifrícias com concentração reduzida de fluoreto associada ao trimetafosfato de sódio na desmineralização in vitro do esmalte dentário

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-03-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Apesar da adição de fluoreto (F) ao dentifrício ter promovido uma diminuição na incidência da cárie dentária, a sua ampla utilização foi acompanhada por um aumento na prevalência da fluorose dentária. A proposta deste trabalho foi avaliar a capacidade de formulações dentifrícias com concentração reduzida (250 μg/g) de F associada ao trimetafosfato de sódio (TMP) para inibir a desmineralização in vitro do esmalte dentário. Blocos de esmalte bovino foram selecionados e divididos em 8 grupos experimentais de 12 espécimes e submetidos durante 7 dias, a 5 ciclagens de pH. Os tratamentos foram realizados 2x/dia com suspensão de dentifrício com 0, 250, 500 e 1100 μg F/g; os dentifrícios com 250 μg F/g apresentaram concentrações de TMP entre 0 e 3,0%. Após as ciclagens determinou-se a dureza de superfície (SHf), perda integrada de dureza (ΔKHN) e conteúdo de F, cálcio (Ca) e fósforo (P) presente no esmalte. Os resultados foram submetidos à análise de variância seguido pelo teste de comparação múltipla de Bonferroni (p˂0,05). O perfil da área de desmineralização mostrou uma lesão de subsuperfície para todos os grupos, exceto para o grupo 250 μg F/g + 3,0% de TMP. A adição de 0,25% de TMP foi suficiente para aumentar a capacidade do F em reduzir a perda mineral, tanto para SHf quanto para KHN, sendo semelhante ao grupo 1100 μg F/g. O aumento na concentração do TMP para 0,50 e 1,0% não influenciou os resultados de SHf e KHN quando comparado ao grupo 250 μg F/g + 0,25% de TMP, mas alterou o perfil da área de desmineralização. Os grupos tratados com dentifrício com 0,25 a 1,0% de TMP apresentaram valores de F no esmalte semelhantes ao grupo 500 μg F/g (p˃0,05). Os dentifrícios 1100 μg F/g e 250 μg F/g + 0,25% de TMP apresentaram valores similares de Ca presente no esmalte (p˃0,05). Os valores de P presente...
Although the addition of fluoride (F) to dentifrice has reduced dental caries incidence, it is responsible for a raise in the prevalence of dental fluorosis. The aim of this study was to evaluate the ability of dentifrice formulations presenting low fluoride content (250 μg/g) associated to sodium trimetaphosphate (250 μg/g) to inhibit in vitro demineralization of dental enamel. Blocks were selected and submitted to 5 pH cycles during 7 days. Treatments were performed 2x/day with dentifrice slurry with 0, 250, 500 and 1100 μg F/g; dentifrices with 250 μg F/g presented TMP concentrations of 0 to 3%. Following that, surface hardness (SHf), integrated loss of hardness (ΔKHN) and F, calcium (Ca) and phosphorus (P) in enamel were determined. The results were submitted to analysis of variance followed by Bonferroni test (p˂0,05). The profile of the demineralization area showed a subsurface lesion for all groups, except for group 250 μg F/g + 3.0% of TMP. The addition of 0.25% of TMP was sufficient to improve the F ability to inhibit mineral loss at both analysis (SHf and KHN), making that group similar to group 1100 μg F/g. Raising the TMP concentration to 0.5 and 1.0% did not influence the results of SHf and KHN when compared to group 250 μg F/g + 0.25% of TMP, but it did alter the profile of the demineralization area. The groups treated with slurries of dentifrices with 0.25 to 1.0% of TMP showed values of F in enamel similar to group 500 μg F/g (p˃0.05). Dentifrices with 1100 μg F/g and 250 μg F/g + 0.25% of TMP presented similar values of Ca in enamel (p˃0.05). The values of P in enamel were similar among the groups (p>0.05). It was possible to conclude that the addition of 0.25% of TMP to a dentifrice presenting low F content (250 μg/g) may inhibit enamel demineralization and is similar to a 1100 μg F/g one

Descrição

Palavras-chave

Dentifrícios, Esmalte dentário, Fluor, Fosfatos, Desmineralização, In vitro, Dentifrices, Dental enamel, Fluorine, Phosphates, Demineralization

Como citar

MISSEL, Emilene Macário Coimbra. Avaliação de formulações dentifrícias com concentração reduzida de fluoreto associada ao trimetafosfato de sódio na desmineralização in vitro do esmalte dentário. 2010. 73 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2010.