Gerenciamento de resíduos odontológicos no serviço público e o seu impacto no meio ambiente

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-03-30

Autores

Hidalgo, Lidia Regina da Costa [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Os estabelecimentos de saúde geram diariamente uma imensa quantidade de resíduos considerados prejudiciais ao meio ambiente. Na maioria das vezes, esses locais não possuem um sistema adequado de segregação e destino de seus resíduos, sendo estes lançados em lixões a céu aberto. Esse problema vem sendo cada vez mais objeto de preocupação de instituições de saúde, ambientalistas, órgãos governamentais e pesquisadores. No presente trabalho o objetivo foi verificar o processo de gerenciamento dos resíduos Odontológicos no serviço público e a conformidade com a legislação vigente. O estudo foi do tipo descritivo, exploratório, transversal, teve como universo amostral as unidades de atendimento odontológico do sistema público de onze municípios que compõem a Região Central do Departamento Regional de Saúde II, Araçatuba-SP. Uma única pesquisadora realizou as visitas e as observações foram anotadas em um roteiro previamente elaborado e testado. Foram visitadas 50 unidades de saúde, sendo que nenhuma apresentou cópia do plano de gerenciamento de resíduos de saúde. Do total de estabelecimentos 62% realizavam a correta segregação dos resíduos no momento da sua geração. A presença de recipientes adequados a cada tipo de resíduo gerado no consultório odontológico foi observado em 74% e desses, 94% apresentava capacidade adequada ao tipo de resíduo gerado. A identificação do tipo de resíduo nas embalagens plásticas bem como as anotações identificando o estabelecimento gerador dos resíduos foi encontrada em 8% e 6% respectivamente. Somente 21% dos estabelecimentos apresentavam locais apropriados, de acordo com as normas vigentes para o armazenamento dos resíduos até que fosse feita a coleta externa. Constatou-se na presente pesquisa que a rotina adotada pela rede pública de saúde bucal, no que tange ao gerenciamento de resíduos de saúde apresentou falhas. Faz-se necessária a...
Health facilities generate a tremendous amount of daily waste considered hazardous to the environment. Most often, these places do not have an adequate system of segregation and fate of their waste being released in open dumps. This problem has been increasingly a concern of health care organizations, environmentalists, government agencies and researchers. In the present work aims to verify the process of waste management in the public service Dental and compliance with current legislation. The study was a descriptive, exploratory cross-sectional sampling universe was the units of dental care in the public system of eleven districts within the Central Region of the Regional Health Department II, Araçatuba-SP, a single researcher carried out the visits and observations were recorded on a previously elaborated and tested. We visited 50 health units and none had a copy of the waste management plan. Of the total establishments 62% performed the correct segregation of waste at the time of their generation The presence of containers for each type of waste generated in the dental office was observed in 74% and of those, 94% had adequate capacity for the type of waste generated. The identification of the type of waste in plastic bags and notes identifying the establishment from which the waste was found in 8% and 6% respectively. Only 21% of establishments had appropriate locations in accordance with the standards for the storage of waste until the collection was done outside. It was found in this study that the routine adopted by the public oral health in relation to the management of healthcare waste had flaws. It is necessary qualifications of health staff on the aspects of preservation and environmental education.

Descrição

Palavras-chave

Gerenciamento de resíduos, Resíduos odontológicos, Resíduos de serviços de saúde, Saúde pública, Reaproveitamento (Sobras, refugos, etc.)

Como citar

HIDALGO, Lidia Regina da Costa. Gerenciamento de resíduos odontológicos no serviço público e o seu impacto no meio ambiente. 2012. 79 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2012.