Dacriocistorrinostomia externa em hospital universitário: avaliação dos resultados

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2004-04-01

Autores

Schellini, Silvana Artioli [UNESP]
Sakamoto, Regina Hitomi [UNESP]
Samahá, Jorge Taveira [UNESP]
Arangon, Flavio [UNESP]
Padovani, Carlos Roberto [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Conselho Brasileiro de Oftalmologia

Resumo

OBJETIVO: Conhecer a resposta das obstruções nasolacrimais ao tratamento por dacriocistorrinostomia (DCR) externa em um Hospital Universitário. MÉTODOS: Avaliaram-se retrospectivamente 245 procedimentos cirúrgicos realizados em 220 pacientes. Os indivíduos foram estudados quanto à idade, sexo, queixas, antecedentes, sinais clínicos e complicações intra-operatórias. RESULTADOS: A mediana da idade dos pacientes foi de 45 anos e houve predomínio do sexo feminino (70,00%). As queixas mais freqüentes foram epífora (93,06%) e secreção ocular (58,77%). As complicações intra-operatórias ocorreram em 9,37% dos pacientes, tendo ocorrido sangramento excessivo (5,30%), lesão da mucosa nasal (2,85%) e lesão do saco lacrimal (22,0%). em 15,55% dos pacientes foi realizada nova cirurgia. CONCLUSÃO: A chance de cura com a utilização da DCR externa no serviço foi de 71,43%. Considerou-se a utilização desta técnica cirúrgica uma boa opção para o tratamento das obstruções nasolacrimais, em decorrência do baixo índice de complicações e da chance de sucesso com o tratamento.
PURPOSE: To know the results of nasolacrimal obstruction treatment using external dacryocystorhinostomy in a university hospital. METHODS: 245 surgical procedures were evaluated regarding age, sex, complaints, previous factors and surgery complications. RESULTS: The age of the patients was approximately 45 years and 70.0% were female. The main complaints were tearing (93.1%) and ocular secretion (58.8%). Complications during the surgery like bleeding (5.3%), mucous nasal lesion (2.8%) and lacrimal sac lesion (1.2%) occurred in 9.4% of the patients and 15.5% needed further surgery. CONCLUSION: The rate of cure with external dacryocystorhinostomy was 71.4%. Due to the low rate of complications and successesful chances, we agree that this is a safe procedure to use in nasolacrimal obstruction treatment.

Descrição

Palavras-chave

Dacriocistite, Dacriocistorinostomia, Doenças do aparelho lacrimal, Obstrução dos ductos lacrimais, Procedimentos cirúrgicos oftalmológicos, Dacryocystitis, Dacryocystorhinostomy, Lacrimal apparatus disease, Lacrimal duct obstruction, Ophthalmologic surgical procedures

Como citar

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 67, n. 2, p. 301-304, 2004.