Influência da agitação ultrassônica, na biocompatibilidade e biomineralização dos cimentos endodônticos MTA Fillapex e Sealapex

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-07-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do estudo foi analisar a influência da agitação ultrassônica, na biocompatibilidade e biomineralização dos cimentos MTA Fillapex e Sealapex. Para o teste in vivo, 40 ratos Wistar machos receberam implantes subcutâneo contendo os cimentos MTA Fillapex e Sealapex, com e sem agitação, e um tubo vazio para controle (n=8). Após os períodos de 7, 15, 30 e 60 dias, os animais foram eutanasiados e os tubos removidos com os tecidos circundantes. Após processamento histológico, os dados foram submetidos ao teste de Kruskal-Wallis e Dunn, com nível de significância de 5%. Nenhuma diferença na biocompatibilidade foi observada entre os cimentos e agitação ultrassônica (P > 0.05). Ambos os cimentos apresentaram reação inflamatória moderada após 15 dias, reduzindo para leve a partir de 30 dias. Estruturas birrefringentes foram positivas para os grupos Sealapex a partir de 7 dias, e 15 dias para o MTA Fillapex.
The purpose of this study is to compare the influence of ultrasonic agitation on biocompatibility and biomineralization of MTA Fillapex and Sealapex cements. For the in vivo biocompatibility test, 40 male Wistar rats will receive subcutaneous implants of 4 polyethylene tubes containing the MTA Fillapex and Sealapex cements with and without agitation, and 1 tube for the control group. After the days 7, 15, 30 and 60, the animals will be euthanized and the polyethylene tubes will be removed with the surrounding tissues. After histological processing, the inflammatory infiltrate and fibrous capsule thickness will be histologically evaluated. The mineralization will be analyzed under polarized light. The data will be analyzed by the Kruskal-Wallis and Dunn test, with a significance level of 5%.No differences in biocompatibility were observed between cements and ultrasonic agitation (P > 0.05). Both cements showed moderate inflammatory reaction after 15 days, reducing to mild after 30 days. Birefringent structures were positive for the Sealapex groups after 7 days, and 15 days for the MTA Fillapex.

Descrição

Palavras-chave

Ultrassom, Biocompatibilidade, Inflamação, Biomineralização, Ultrasonics

Como citar