Ocorrência de opacidade difusa em molares decíduos como fator preditivo no diagnóstico de fluorose dentária em dentes permanentes

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2003-11-18

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do presente estudo foi identificar fatores associados à fluorose dentária, em uma localidade com níveis de concentração de flúor variando de 0,07 a 2,06 mgL/F. Das 727 crianças, de 6 a 10 anos de idade, matriculadas na rede de ensino público do município de Itambaracá, PR, no ano de 2001, examinaram-se 602 e, após computadas as perdas e as exclusões, 353 permaneceram como população de estudo. Os pais ou responsáveis responderam um formulário sobre a história médica e gestacional da criança, dieta láctea e fontes de exposição ao flúor no primeiro ano de vida. Os exames clínicos foram realizados nas próprias escolas, por dois cirurgiões dentistas previamente treinados e calibrados, sendo que um avaliou as opacidades difusas nos molares decíduos, através do Índice DDE e outro, a fluorose dentária na dentição permanente, pelo Índice de Dean. A análise bivariada mostrou haver relação entre a patologia e: os níveis de flúor no município, uso de dentifrício fluorado e a presença de doenças no primeiro ano de vida. Na análise multivariada foram considerados como fatores de risco: a presença de doenças e o uso de leite em pó diluído em água fluorada, no primeiro ano de vida, além do fator mais fortemente associado à fluorose, a presença de opacidades difusas nos molares decíduos (odds ratio = 22,97). A obtenção criteriosa de informações sobre a história médica e o padrão de consumo de leite, associados ao exame clínico dos molares decíduos, tão logo erupcionem, podem contribuir na identificação das crianças com maiores possibilidades de desenvolver a fluorose dentária, na dentição permanente.
The aim of this study was to identify association factors of dental fluorosis in a community where the amount of fluoride in drinking water vary from 0,07 to 2,06ppmF. Among the 727 children aged 6 to 10 year-old regularly enrolled in public schools at Itambaracá-PR in 2001, 602 were examined, and after excluding criteria and loses were computed, 353 remained as study population. A questionnaire about gestational and medical histories, pattern of milk consumption and fluoride exposition in the first year of life was answered by the child's parents. Clinical examination was performed at the schools, by two previously trained and calibrated dentists. One evaluated enamel opacities in deciduous teeth through DDE index, and the other dental fluorosis in permanent teeth by Dean's index. Bivariate analysis displayed a relationship of dental fluorosis and place of residence according to the amount of fluoride in drinking water, use of fluorided dentifrice and systemic diseases in the first year of life. In multivariable analysis the observed risk factors were the use of powered milk reconstituted with fluorided water, and systemic diseases, both in the first year of life, and the most strongly associated one was the presence of diffused opacities in primary molars (odds ratio=22,97). To achieve standard information about medical history and pattern of milk consumption and a clinical examination of the deciduous molars as soon as they erupt can contribute in identifying children that have larger possibilities of developing dental fluorosis in permanent teeth.

Descrição

Palavras-chave

Fluorose dentaria, Dentição - Crianças, Dentição primária, Dentição permanente, Opacidade difusa de esmalte, Dental fluorosis

Como citar

FROSSARD, Wanda Terezinha Garbelini. Ocorrência de opacidade difusa em molares decíduos como fator preditivo no diagnóstico de fluorose dentária em dentes permanentes. 2003. 196 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2003.