Efeito do pré-tratamento com laser sobre a resistência de união de sistemas adesivos auto-condicionantes em dentina hipermineralizada artificialmente

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-09-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência de união de diferentes sistemas adesivos autocondicionantes, frente a diferentes tratamentos em dentina hipermineralizada artificialmente. Oitenta (N = 80) dentes bovinos foram selecionados e tiveram ampla exposição dentinária. Os grupos foram divididos de acordo com o sistema adesivo autocondicionante de dois passos: AdheSE (Ivoclar) e Clearfil SE Bond (Kuraray). Cada subgrupo recebeu cinco diferentes tratamentos: (1) aplicação do sistema adesivo segundo recomendações do fabricante, (2) condicionamento com ácido fosfórico 37% por 15” + laser Er,Cr:YSGG + adesivo, (3) laser Er,Cr:YSGG + condicionamento com ácido fosfórico 37% por 15” + adesivo, (4) condicionamento com ácido fosfórico 37% + adesivo, (5) aplicação do laser Er,Cr:YSGG + adesivo. Em seguida, cilindros de resina composta (FiltekTM Z350 XT - 3M ESPE) foram posicionados e fotoativados por 40s. Após preparação dos espécimes, parte deles (n=8) ficou armazenada em ambiente úmido a 37°C por 24h para então ser submetida a teste de resistência de união ao microcisalhamento. Os resultados de resistência de união foram obtidos em MPa e submetidos à Análise de Variância e Teste de Tukey ao nível de significância de 5%. Os resultados demonstram que o grupo tratado com ácido + adesivo, utilizando o sistema AdheSE apresentou os maiores valores médios de resistência de união ao microcisalhamento. Pode-se concluir que o pré-tratamento a laser não interferiu negativamente nos valores de resistência de união dos sistemas adesivos autocondicionantes em dentina hipermineralizada artificialmente.
The objective of this study was to evaluate the bond strength of different adhesive systems after different treatments of normal and artificially hypermineralized dentin. Eighty (N=100) healthy bovine teeth had been selected and will have extensive dentin exposure. The groups were divided according to the adhesive system used: AdheSE and Clearfil SE Bond. Each subgroup received five different treatments: (1) applying the adhesive system following manufacturer's recommendations, (2) etching with 37% phosphoric acid for 15 " + Er, Cr: YSGG laser + adhesive, (3) Er, Cr: YSGG laser + etching with 37% phosphoric acid for 15 " + adhesive, (4) etching with 37% phosphoric acid + adhesive, (5) Er,Cr: YSGG laser + adhesive. Cylinders of composite resin (Z350 XT FiltekTM - 3M ESPE) were positioned and photoactivated for 40s. After a period of storage in a humid environment for 24 hours at 37°C, the specimens were submitted to the microshear bond strength test. Differences between groups were determined using ANOVA and Tukey’s statistical tests at a significance level of 5%. The results showed that the group treated with acid + adhesive using the AdheSE system provided the highest values of microshear bond strength. It can be concluded that laser pretreatment did not affect negatively the bond strength of the self-etching adhesive systems on artificially hypermineralized dentin.

Descrição

Palavras-chave

Dentina, Adesivos dentinários, Lasers

Como citar