A dinâmica dos agentes imobiliários e suas estratégias fundiárias em cidades médias: da reprodução do capital à reprodução das desigualdades socioespaciais

Imagem de Miniatura

Data

2018-03-16

Autores

Barcella, Bruno Leonardo Silva

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Na presente dissertação analisa-se o processo de produção do espaço urbano pela dinâmica de atuação de determinados agentes imobiliários em duas cidades médias brasileiras, Ribeirão Preto e São Carlos, situadas no Estado de São Paulo. Para a construção da análise foram estudados e descritos os processos recentes de expansão dos perímetros urbanos de ambas as cidades de maneira a evidenciar o processo de crescente diferenciação espacial ao longo dos anos recentes. A partir do trabalho realizado com os dados de anúncios imobiliários do período de 1995 a 2015, foi possível a realização de uma análise que deu destaque ao movimento dos preços da terra urbana nessa série histórica, o que colaborou para análise e identificação do aumento espacialmente desigual dos preços fundiários, entendidos na dissertação como resultado de estratégias de determinados agentes imobiliários que encontram na produção do espaço urbano o seu “lócus” de reprodução. A partir da identificação e análise de importantes agentes imobiliários que possuem um papel estruturante em ambas as cidades e a análise de entrevistas com representantes de tais agentes e de setores públicos foi realizado um debate acerca da lógica de atuação destes agentes e o papel que a terra urbana assume em suas estratégias de reprodução que interferem diretamente nos processos de estruturação e reestruturação das cidades, e no consequente aumento das desigualdades socioespaciais. Por fim, é realizado um debate acerca da teoria da renda da terra, neste debate argumenta-se sobre à necessidade de retomada de tal teoria, para que possamos qualificar as análises sobre o funcionamento dos mercados fundiários e os atuais processos de “valorização” que estão ancorados na propriedade fundiária.
This dissertation seeks to analyze the urban space process of production by the performance dynamics of certain real estate agents in two medium sized Brazilian cities, Ribeirão Preto and São Carlos, located in the State of São Paulo. For the analysis construction , the recent processes of urban perimeters expansion of both cities were studied and described in order to show the process of increasing spatial differentiation in recent years. Based on the work carried out with real estate adds from 1995 to 2015, it was possible to carry out an analysis that highlighted the urban land prices movement in this historical series, which contributed to the debate on the spatially unequal increase of land prices, understood in the dissertation as a result of land strategies of certain real estate agents, who find in the urban space production their place of reproduction. Based on the identification and analysis of important real estate agents who have a structuring role in both cities and the analysis of interviews with representatives of such agents and public sectors, a debate was held about the these agents acting logic and the role that the urban land plays in its reproductive strategies that directly interfere in the cities (re) structuring processes of, and in the consequent increase in socio-spatial inequalities. Finally, a debate is held about the theory of land rent, in this debate it is argued about the need to retake such theory, so that we can qualify the analyzes on the functioning of the land markets and the current processes of "valorization" that are anchored in land ownership.

Descrição

Palavras-chave

Produção do espaço urbano, Dinâmica imobiliária, Reestruturação das cidades, Mercado imobiliário, Renda da terra, Cidades médias, Urban space production, Real estate dynamics, Cities restructuring, Real estate market, Land rent, Middle sized city

Como citar