Minimplante e botão lingual como ancoragem para retração inicial de caninos superiores: estudo prospectivo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-05-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A preocupação com a ancoragem é um dos principais fatores a serem considerados no planejamento de um tratamento ortodôntico. Entendem-se como ancoragem os procedimentos intra e extrabucal em que um ou mais dentes ou dispositivos ortodônticos são utilizados como apoio para movimentar outros dentes. A utilização mais frequente dos implantes decorre de uma menor colaboração do paciente, não prejudica a sua estética e ainda cria um sistema de forças mais definido. Por essas razões e pela utilização clínica dos minimplantes de forma indiscriminada, surgiu o interesse em estudar a perda de ancoragem relacionada aos minimplantes. O objetivo deste trabalho foi comparar, por meio de telerradiografias, panorâmicas e modelos, a perda de ancoragem após a retração inicial de caninos superiores entre dois grupos. Foram selecionados 18 pacientes, divididos em dois grupos aleatórios de 9 indivíduos cada um (A e B), triados para tratamento ortodôntico na Faculdade de Odontologia de Araçatuba – UNESP, Disciplina de Ortodontia. O grupo A utilizou o minimplante enquanto o grupo B utilizou botão lingual. Para todos os pacientes foram realizadas duas telerradiografias (T1 e T2), duas panorâmicas (P1 e P2) e dois modelos (M1 e M2). Os primeiros exames complementares foram realizados ao início (T1, P1 e M1), e o outro, ao final da retração inicial de canino (T2, P2 e M2). Foi eleita a segunda fase (retração inicial de canino), devido à grande perda de ancoragem que se tem neste estágio do tratamento. Todas as medidas foram tabuladas e submetidas a análise estatística. Para comparação entre as fases Início e Após foi utilizado o teste “t” pareado. Para a comparação entre os grupos de minimplante e botão lingual foi utilizado o teste “t” de Student para medidas independentes. Em todos os testes foi adotado nível de significância de 5% (p<0,05). Todos os cálculos...
The concern with the anchorage is one of the main factors to be considered when planning an orthodontic treatment. Anchorage comprehends intra and extraoral procedures in which one or more teeth or orthodontic devices are used as a support for moving other teeth. The use more constant of implants is derived from a poor patient collaboration, does not impair the esthetics and still creates more defined forces system. For these reasons and because of the mini-implants clinical utilization in an indiscriminate way, there was an increased interest in studying anchorage loss related to mini-implants. The purpose of this study was to compare, by means of teleradiographies, panoramic radiographs and models, the anchorage loss after initial maxillary canine retraction between two groups. Eighteen patients were selected, then randomly divided into two groups of 9 individuals each (A and B), and elected for orthodontic treatment in the Faculty of Dentistry of Araçatuba – UNESP, Orthodontics Department. Group A utilized mini-implant while group B utilized lingual button. For all patients, two teleradiographies (T1 and T2), two panoramic radiographs (P1 and P2) and two models (M1 and M2) were done. The first complementary exams were accomplished in the beginning (T1, P1 and M1) and the other in the end of the initial canine retraction (T2, P2, and M2). The second phase was elected (initial canine retraction) due to the great anchorage loss that exists in this treatment stage. All measurements were tabulated and submitted to statistical analysis. For the comparison between the stages “Beginning” and “After”, a paired t test was used. For the comparison between the mini-implant and lingual button groups, a Student’s t test for independent measurements was used. In all tests, a significance level of 5% (p<0,05) was adopted. All statistical calculations... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Ortodontia, Procedimentos de ancoragem ortodôntica, Cefalometria, Modelos dentários, Orthodontics, Orthodontic anchorage procedures, Dental models, Cephalometry

Como citar

ARANTES, Flávia de Moraes. Minimplante e botão lingual como ancoragem para retração inicial de caninos superiores: estudo prospectivo. 2009. 116 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2009.