Efeitos das suplementações de caseína e da sua associação com as proteínas do soro do leite sobre a via de sinalização da mTOR em músculos esqueléticos de ratos

Imagem de Miniatura

Data

2019-07-18

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Objetivo: O objetivo do estudo foi comparar os efeitos de uma dose-única de caseína micelar (MCa) com a ingestão de caseína micelar associada à proteína do soro do leite (whey protein) (1:1) sobre a resposta aminoacidêmica e a via de sinalização do alvo da rapamicina (mTOR) em músculos esqueléticos de ratos durante a fase de inatividade (período de luz ambiente). Métodos: Após 10h de jejum durante a fase ativa, os ratos foram alimentados com MCa ou PB (5,6g proteína por kg de massa corporal) por gavagem e a água foi usada como veículo (grupo controle, PLA). Em 30 e 450 min após a suplementação das proteínas, os animais foram sacrificados e as amostras de sangue e do músculo gastrocnêmio foram coletadas para análises bioquímicas. Resultados: Os níveis plasmáticos dos aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) aumentaram após as suplementações de MCa (3 vezes) e PB (3,2 vezes). Ainda mais relevante, os níveis estimulatórios da fosforilação da mTOR e do seu alvo downstream p70S6K foram maiores 30 min após MCa (2,6 e 2,9 vezes, respectivamente) e PB (2,8 e 3,8 vezes, respectivamente) quando comparado com PLA. As concentrações plasmáticas de leucina forma correlacionadas com a ativação da mTOR (r = 0,60; p < 0,05) e p70S6K (r = 0,77; p < 0,05) em 30 min. Não existiu diferença para as concentrações plasmáticas de BCAA e a via de sinalização da mTOR em 450 min. Conclusão: Nós concluímos que a suplementação de MCa e PB resultaram em um efeito anabólico semelhante no músculo esquelético dos ratos pela indução de um aumento transitório nas concentrações plasmáticas de BCAA e ativação do eixo da mTOR / p70S6K.
Objective: The aim of the study was to compare the effects of single-dose supplementation of a protein blend (PB) composed of micellar casein and whey protein (1:1) with isolated micellar casein (MCa) on aminoacidemic response and the mammalian target of the rapamycin (mTOR) signaling pathway 30 and 450 min after the beginning of the inactive phase in Wistar rats. Methods: After 10h of fasting during the active phase, rats were fed with MCa or PB (5.6g protein per kg of body mass) by gavage and water was used as the vehicle (PLA, placebo group). At 30 and 450 min after protein supplementation, the animals were euthanized and blood and gastrocnemius muscle samples were collected for biochemical and immunoblot analysis. Results: Plasma BCAA levels increased after MCa (3-fold) and PB (3.2-fold) supplementations. More importantly, the stimulatory phosphorylation levels of mTOR and its downstream target ribosomal protein S6 kinase (p70S6K) were higher 30 min after MCa (2.6 and 2.9-fold, respectively) and PB (2.8 and 3.8-fold, respectively) when compared with PLA. Plasma leucine levels were correlated with activation of mTOR (r = 0.60, p < 0.05) and p70S6K (r = 0.77; p < 0.05) at 30 min. There were no differences for plasma amino acids levels and the mTOR signaling pathway at 450 min. Conclusions: MCa and PB supplementations resulted in a similar anabolic milieu in rat skeletal muscle by inducing a transient increase in BCAA plasma levels and activation of the mTOR/p70S6K axis.

Descrição

Palavras-chave

Caseína micelar, Whey protein, mTOR, Músculo esquelético, Síntese proteica, Micellar casein

Como citar