Efeito de vernizes fluoretados suplementados com nanopartículas de Trimetafosfato de Sódio sobre a remineralização de lesões de cárie e erosão de esmalte dental in vitro

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-12-20

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O presente estudo avaliou o efeito de vernizes fluoretados contendo nanopartículas de trimetafosfato de sódio (TMP) sobre a remineralização de lesões de cárie e erosão de esmalte dental in vitro. Assim como o padrão de liberação de F e TMP a partir destas formulações. Os vernizes testados foram: Placebo (sem flúor ou TMP, controle negativo), 2,5% NaF, 5% NaF (controle positivo), 5% NaF + 5% TMP microparticulado, 5% NaF + 2,5% TMP nanoparticulado, 5% NaF + 5% TMP nanoparticulado, além de uma formulação comercial (Duraphat), doravante denominados PLA, 2.5%F, 5%F, 5%F+5%TMPmicro, 5%F+2,5%TMPnano, 5%F+5%TMPnano e Duraphat, respectivamente. Na 1ª fase, lesões de cárie artificiais foram induzidas em blocos de esmalte bovino (n=168), os quais foram selecionados por dureza de superfície (DS). Os blocos receberam uma aplicação dos vernizes supracitados, permanecendo em contato durante 6 h. Metade dos blocos (n=12/grupo) foi utilizada para determinação da concentração de CaF2 e FA formado após o tratamento com os vernizes. A outra metade foi submetida um modelo de ciclagem de pH (6 dias). Os blocos foram analisados quanto a porcentagem de recuperação de dureza de superfície (%RDS), dureza em secção longitudinal (ΔKHN), CaF2 e FA retidos após a ciclagem de pH. Os vernizes contendo TMP promoveram %RDS significativamente maior em comparação ao verniz contendo 5%F, sem diferenças significativas entre os vernizes com TMP. Um padrão semelhante foi observado para ΔKHN, embora os valores obtidos para 5%F+5%TMPnano tenham sido 25% menores que os obtidos para 5%F+5%TMPmicro. As maiores concentrações de CaF2 foram promovidas pelos vernizes 5%F, 5%F+5%TMPmicro e Duraphat. A 2ª fase avaliou o efeito protetor dos vernizes PLA, 5%F, 5%F+5%TMPmicro, 5%F+2,5%TMPnano e 5%F+5%TMPnano sobre a erosão de esmalte bovino. Os espécimes (n=8), selecionados por DS, receberam uma única aplicação dos vernizes, permanecendo em contato durante 6 h. Em seguida, os vernizes foram removidos e os blocos, submetidos a quatro desafios erosivos individuais (1 minuto, ácido cítrico, 0,75%, pH = 3,5, sob agitação), sendo analisados por DS após cada desafio. Em geral, observou-se a maior porcentagem de alteração de DS para PLA, seguido de 5%F, 5%F+5%TMPmicro e ambos os vernizes contendo TMPnano, sem diferenças significativas entre 5%F+2,5%TMPnano e 5%F+5%TMPnano. Por fim, a 3ª fase avaliou o padrão de liberação de flúor e fosfato dos vernizes PLA, 2.5%F, 5%F, 5%F+5%TMPmicro, 5%F+2,5%TMPnano, 5%F+5%TMPnano e Duraphat ao longo de 24 h, em um modelo de ciclagem de pH. Os vernizes foram aplicados em tiras de poliéster (n=8/grupo), as quais foram alternadamente imersas em soluções remineralizadora e desmineralizadora aos 30, 60, 90, 120, 180, 240, 300, 360, 420, 540, 600, 720, 780, 960, 1200 e 1440 min após a primeira imersão. As soluções foram analisadas quanto às concentrações de flúor e fosfato. Os vernizes contendo TMP apresentaram um padrão crescente exponencial quanto a liberação cumulativa de flúor até 6 horas, atingindo um platô nos tempos seguintes. Em acréscimo, os vernizes liberaram maiores quantidades de flúor quando imersos em solução desmineralizadora. De forma geral, os vernizes contendo TMPnano liberaram quantidades significativamente maiores de flúor em comparação ao TMPmicro. Os resultados da 1ª fase permitem concluir que a adição de TMP a vernizes fluoretados aumenta significativamente seu potencial remineralizador em lesões de cárie artificiais, com um efeito adicional com o uso de TMPnano em relação ao TMPmicro, embora este acréscimo não seja estatisticamente significativo. Quanto ao efeito contra desafios erosivos (2ª fase), um padrão semelhante foi observado, tendo o maior efeito protetor sido observado para os vernizes contendo TMPnano, o qual foi significativamente maior que os demais grupos. O maior efeito dos vernizes suplementados com TMP parece estar relacionado à maior liberação de flúor destes (3ª fase), especialmente TMPmicro, associada à liberação constante de TMP a partir destas formulações.
The present study evaluated the effect of fluoride varnishes containing nano-sized sodium trimetaphosphate (TMP) on the remineralization of artificial caries lesions and erosion of dental enamel in vitro. As well as the pattern of F and TMP release from these formulations. The varnishes tested were: Placebo (without fluoride or TMP, negative control), 2.5% NaF, 5% NaF (positive control), 5% NaF + 5% TMP micrometric, 5% NaF + 2.5% nano-sized TMP, 5% NaF + 5% nano-sized TMP, besides a commercial formulation (Duraphat), hereafter referred to as PLA, 2.5%F, 5%F, 5%F+5%TMPmicro, 5%F+2.5%TMPnano, 5%F+5%TMPnano and Duraphat, respectively. In the first phase, artificial caries lesions were induced on bovine enamel blocks (n=168), which were selected by surface hardness (SH). Blocks received a single application of the aforementioned varnishes, remaining in contact for 6 h. Half of the blocks (n=12/group) were used to determine the concentration of CaF2 and FA fluoride formed on the specimens after the treatment with the varnishes. The other half was subjected to a pH cycling model (6 days). The blocks were analyzed for the percentage of SH recovery (%SHR), cross-sectional hardness (ΔKHN), CaF2 and FA retained after pH cycling. The varnishes containing TMP promoted significantly higher %SHR compared to 5%F, without significant differences among the TMP-containing varnishes. A similar pattern was observed for ΔKHN, although the values obtained for 5%F+5%TMPnano were 25% lower than those obtained for 5%F+5%TMPmicro. The highest CaF2 concentrations were promoted by 5%F, 5%F+5%TMPmicro and Duraphat varnishes. The second phase evaluated the protective effect of PLA, 5%F, 5%F+5%TMPmicro, 5%F+2.5%TMPnano and 5%F+5%TMPnano varnishes on initial erosion of bovine enamel. Specimens (n=8), selected by SH, received a single application of the varnishes, remaining in contact for 6 h. Varnishes were then removed and the blocks, submitted to four individual erosive challenges (1 minute, citric acid, 0.75%, pH = 3.5, under stirring) and analyzed by SH after each challenge. Overall, the highest percentage of SH change was observed for PLA, followed by 5%F, 5%F+5%TMPmicro and both varnishes containing TMPnano, with no significant differences between 5%F+2.5%TMPnano, 5%F+5%TMPnano. Finally, the third phase evaluated the pattern of fluoride and phosphate release from PLA, 2.5%F, 5%F, 5%F+5%TMPmicro, 5%F+2.5%TMPnano, 5%F+5%TMPnano and Duraphat varnishes over 24 h, in a pH cycling model. The varnishes were applied on polyester sheets (n=8/group), which were alternately immersed in remineralizing and demineralizing solutions at 30, 60, 90, 120, 180, 240, 300, 360, 420, 540, 600, 720 , 780, 960, 1200 and 1440 min after the first immersion. The solutions were analyzed for fluoride and phosphate concentrations. The varnishes containing TMP promoted an increasing, exponential pattern for the cumulative fluoride release up to 6 hours, reaching a plateau afterwards. In addition, higher quantities of fluoride were released when varnishes were immersed in the demineralizing solution. In general, varnishes containing TMPnano released significantly higher amount of fluoride compared to TMPmicro. The results of the 1st phase allow to conclude that the addition of TMP to fluoride varnishes significantly increases its remineralizing potential in artificial caries lesions, with an additional effect with the use of TMPnano in relation to TMPmicro, this increment was not statistically significant. As for the effect against erosive challenges (2nd phase), a similar pattern was observed, with the highest protective effect observed for both varnishes containing TMPnano, which was significantly higher than the other groups. The higher effect of varnishes supplemented with TMP seems to be related to the higher fluoride release from these products (3rd phase), especially TMPmicro, associated to the constant release of TMP from these formulations.

Descrição

Palavras-chave

Fluoretos tópicos, Polifosfatos, Cárie dentária, Erosão dentária, Nanopartículas, Topical fluorides, Polyphosphates, Dental caries, Tooth erosion, Nanoparticles

Como citar