Bambu, design social, autonomia: uma cooperação entre universidade e comunidade local

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-03-17

Orientador

Pereira, Marco Antonio dos Reis
Sousa, Cyntia Santos Malaguti de

Coorientador

Pós-graduação

Design - FAAC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Frente às crises do século XXI, geradas pela degradação ambiental e desigualdade social global, tornou-se imperativo buscar conhecimentos e realizar ações que impliquem uma educação para a transformação de valores e práticas no mundo. É uma atribuição do design social, nesse sentido, desenvolver alternativas que impulsionem mudanças de comportamento, através da ação projetual, que contribuam para estabelecer relações com as pessoas, convidando-as a agir a serviço de um mundo mais sustentável no próprio lugar em que vivem. E associado ao bambu como planta e material, com potencial para mitigar impactos das mudanças climáticas, abre-se a possibilidade de uma dimensão pedagógica a partir de sua cadeia produtiva. Assim, este estudo tem como objetivo examinar como o design social pode colaborar, envolvendo a cadeia produtiva do bambu, nas relações de ensino e aprendizagem por estudantes de design em conjunto com comunidades locais, visando a uma educação para a sustentabilidade. Para tanto, concentra-se nas ações realizadas pelo Laboratório de Experimentação com Bambu – LEB, do Projeto bambu da Unesp - Câmpus de Bauru, constituindo-se de uma pesquisa documental sobre as ações extensionistas, a partir de uma revisão sistemática e assistemática de relatórios produzidos no contexto da Proex - Pró-Reitoria de Extensão Universitária da Unesp e de Editais institucionais, e de pesquisa de campo sob uma ação coletiva junto a extensionistas, para catalogação de objetos e sistematização da produção científica desenvolvidas neste laboratório, culminando na construção do site para difusão de conteúdo do Projeto Bambu. A partir daí, amplia-se com estudo de caso envolvendo a observação participante e cocriação em design social, que resulta no Workshop Festival Take Akari de Lanternas de Bambu, realizado pelo Projeto Bambu. Os resultados mostraram que o design social aliado ao bambu colaborou para a formação de cidadania dos envolvidos, em razão das formas colaborativas e coletivas de trabalho, contribuindo para a construção de autonomia. Além disso, desvelou, para estes, o sentido emancipador das práticas acerca dos aspectos culturais e simbólicos do bambu para sua disseminação, como elemento estruturante do conhecimento e do processo de aprendizagem

Resumo (inglês)

21st. Century crisis emerge from a man-made environmental degradation and global social inequality. This process consists the urgent need in carrying out actions focused on search for knowledge and an education for the transformation of values and actions in the world. Social design tasks include procedure based on projects to drive changes in people´s behavior, in order to contribute to their relationship with partners inviting them to act at the service of a more sustainable world in the very place in which they live. In addition, bamboo as plant and material has potential to mitigate the impacts of climate change by aggregating the possibility of a pedagogical dimension in its production chain. Therefore, this study aims to examine how social design can collaborate, involving the bamboo production chain, in teaching and learning relationships by design students together with local communities, aiming at an education for sustainability. To this end, this work focuses on the projects carried out by the Bamboo - LEB Experimentation Laboratory of the Projeto bambu of Unesp de Bauru. It consists of a documental research, based on a systematic and unsystematic review of reports produced in the context of Proex - Pro-Rectory of University Extension of Unesp and institutional edicts. And a field research under a collective work by students of university extension for cataloguing objects and systematization of scientific production developed in this laboratory, culminating in the construction of the website for dissemination of content of the Projeto Bambu. The results showed that the social design allied to bamboo collaborated in the formation of citizenship of those involved, due to collaborative and collective forms of work contributing to the construction of autonomy. Moreover, it has given them the emancipatory meaning of practices about the cultural and symbolic aspects of bamboo as a structuring element of knowledge and the learning process.

Descrição

Idioma

Português

Como citar