Aderência de Streptococcus mutans em materiais restauradores e seus efeitos em cárie secundária in vitro E in situ avaliados por microscopia de luz polarizada e espectroscopia por dispersão de raios-X (EDS)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-07-28

Orientador

Jorge, Antonio Olavo Cardoso

Coorientador

Pós-graduação

Biopatologia Bucal - ICT

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Objetivo deste trabalho foi avaliar diferentes materiais restauradores após indução de cárie secundária in vitro, in situ e aderência de S. mutans sobre estes materiais. Oitenta e quatro molares humanos foram restaurados com diferentes materiais (Z250, Freedom, Vitremer e Fuji IX) e subdivididos em: desafio cariogênico com S. mutans ou ciclagem de pH (n=12). Para o estudo in situ, aparelhos removíveis contendo um espécime restaurado com cada material foram utilizados por 12 voluntários por 14 dias (dia e noite). Uma gota de sacarose a 20% foi pingada nos espécimes 8X/dia. O grupo controle teve espécimes restaurados e não submetidos aos desafios cariogênicos. Os espécimes foram submetidos à microscopia de luz polarizada e EDS. Para a aderência, espécimes dos materiais foram imersos em cultura de S. mutans ATCC 35688 em caldo sacarosado. Após 48h (37°C/5% CO2), foi realizada contagem das unidades formadoras de colônias (log UFC/mL). Os resultados foram submetidos à análise estatística Kruskall-Wallis e Student-Newman-Keuls ou Comparação de Dunn e demonstraram diferenças entre as metodologias in vitro e in situ (p<0,05), porém sem diferenças entre as metodologias in vitro. Fuji IX demonstrou maior concentração de cálcio e menor desmineralização do esmalte adjacente, diferindo dos demais materiais. Os valores médios de aderência (±desvio padrão) foram: Z250 6,41 (0,15)a; Freedom 4,90 (0,95)b; Vitremer 5,13 (0,27)b; Fuji IX 4,89 (0,62)b. Letras diferentes significam diferença estatística significante. Concluiu-se que conforme a metodologia de desafio cariogênico, os materiais restauradores apresentaram diferentes resultados e que materiais fluoretados apresentaram menor aderência de S. mutans.

Resumo (inglês)

The purpose of this study was to different restorative materials under in vitro and in situ secondary caries-inducing methodologies and the adherence of S. mutans to restorative materials. Eighty-four extracted human third molars were restored with different materials (Z250, Freedom, Vitremer and Fuji IX) and divided into: S. mutans cariogenic challenge or pH-cycling cariogenic challenge (n=12). For the in situ study, removable appliances having enamel specimens restored with each material were used by 12 volunteers for 14 days (day and night). One drop of 20% sucrose solution was dripped on the specimens 8X/day. Control group had restored specimens that were not submitted to any cariogenic challenge. Specimens were submitted to polarized light microscopy, SEM and EDS. For the adherence testing, specimens of each restorative material were immersed in S. mutans ATCC 35688 culture in sucrose broth. After 48h (37°C/ 5% CO2), the countage of colony forming units was performed (log cfu/mL). Results were submitted to Kruskall-Wallis and Student-Newman-Keuls or Dunn Comparison statistical analysis and showed differences between in vitro and in situ methodologies (p<0.05), however no differences were found between in vitro methodologies. Enamel adjacent to Fuji IX showed higher calcium concentration and less demineralization, differing from the other materials. Mean adherence values (±standard deviation) were: Z250 6.41 (0.15)a; Freedom 4.90 (0.95)b; Vitremer 5.13 (0.27)b; Fuji IX 4.89 (0.62)b. Different letters indicate significant statistical difference. It was concluded that according to secondary-caries inducing methodology, restorative materials presented different results and fluoridated materials presented less S. mutans adherence.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

PARADELLA, Thaís Cachuté. Aderência de Streptococcus mutans em materiais restauradores e seus efeitos em cárie secundária in vitro E in situ avaliados por microscopia de luz polarizada e espectroscopia por dispersão de raios-X (EDS). 2008. 143 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São José dos Campos, 2008.