Prevenção da repetição de episódos de reação tipo 2 da Hanseníase com o uso da talidomida na dose de 100mg/dia

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2011

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

Introdução: A hanseníase é doença crônica que pode ter seu curso interrompido por episódios reacionais tipo 1 e 2 ou ENH, sendo que estes podem ser repetitivos, com conseqüentes danos ao paciente.A talidomida é a medicação de eleição para o controle, desde 1965. Objetivo: Evitar repetição de episódios reacionais. Material e Método: Após o controle da reação com dose tradicional, utilizou-se 100mg/d, pelo período de seis meses, com acompanhamento por seis meses após a suspensão. Resultados: Foram avaliados 42 pacientes MB, 39 (92,85%) da forma V e 3(7,15%) da D, que apresentaram ENH, como primeiro episódio ou repetição, 33(78,6%) do sexo masculino e9(21,4%) do feminino. As idades variaram de 18 a 84 anos, predomínio acima de 49 anos.Não se observou repetição em 100% dos pacientes durante o uso dessa dose.Durante a observação clinica, 33(78,6%)continuaram sem apresentar reação e9(21,4%), todos da forma V,a apresentaram, de forma leve,sem sinais e sintomas, controlada com antinflamatórios não hormonais. Não houve efeitos adversos. Conclusões: sugere-se o uso da talidomida, 100mg/ dia, como manutenção, que foi efetiva, impedindo a repetição das reações tipo 2.

Descrição

Palavras-chave

Hanseníase, ENH, Talidomida, Controle

Como citar

Hansenologia Internationalis, v. 36, n. 1, p. 76, 2011.